2017/04/05

Microsoft revela que dados recolhe do Windows 10


O Windows 10 muito tem sido criticado por recolher (demasiada?) informação sobre os utilizadores, mas com o Creators Update a Microsoft espera apaziguar as vozes mais críticas com maior transparência sobre os dados que recolhe nos diferentes modos de telemetria que os utilizadores podem seleccionar.

Com a instalação do Creators Update os utilizadores irão encontrar um novo painel com as opções de privacidade discriminadas em categorias e de mais fácil compreensão. Por lá encontramos coisas como o acesso à localização, recolha de voz, recolha de dados de diagnóstico, etc.

Ora, estes dados de "diagnóstico" tem sido um dos pontos mais polémicos por não se saber muito bem o que a Microsoft recolhe ou não, normalmente escudando-se atrás da justificação de que são dados utilizados para determinar se o sistema está a funcionar correctamente e para ajudar a detectar problemas. Esta recolha de dados era algo que os utilizadores tinham que activar expressamente nos Windows anteriores, mas com o Windows 10 isso mudou. Enquanto no Windows 10 Enterprise continava a ser possível desligar esta recolha de dados, nos Windows 10 Home e Pro os utilizadores tinham apenas a possibilidade de escolher entre três modos "Basic", "Enhanced", e "Full".

Com o Creators Update estes modos são reduzidos a dois (Basic e Full), com o Basic a ser o modo pré-seleccionado, e pela primeira vez a MS revela também o tipo de dados que poderão ser recolhidos neste modo, assim como (de forma menos discriminada) os que podem ser recolhidos no Full. De notar que isto não inclui os dados que podem ser recolhidos no Windows 7 ou Windows 8, e que a MS não incluiu neste manobra de "transparência".

Claro que o ideal seria a Microsoft dar a todos os utilizadores a liberdade de poderem desligar este envio de dados; mas do seu lado, defendem-se dizendo que estes dados são essenciais para detectar e resolver bugs que de outra forma seriam praticamente impossíveis de detectar ou resolver. Ainda assim... a última palavra deveria pertencer ao utilizador final, digo eu.

1 comentário:

  1. É caso para dizer, o meu computador avariou e agora a Microsoft com tanta recolha de dados não sabe resolver ou nem se responsabiliza? Quantas vezes o sistema operativo encravou e fiquei a navegar na maionese! Para mim a recolha de dados pela Microsoft é uma bela palhaçada.

    ResponderEliminar

[pub]