2017/05/16

Nokia 3310 chega a Portugal a 24 de Maio


Os mais nostálgicos - e não só - já podem marcar no calendário a data em que poderão por as mãos no novo Nokia 3310, que chega a Portugal no dia 24 de Maio.

É bem conhecido o trajecto da Nokia no mundo dos telemóveis, que actualmente faz com que se limite a licenciar a sua marca aos fabricantes que estiverem dispostos a pagar por ela. É isso que acontece com este Nokia 3310, fabricado pela HMD, e que resultou num modelo bastante feliz. Um modelo que tira partido de todo o historial e tradição da Nokia, recuperando um dos seus modelos mais bem sucedidos e que conseguiu vender mais de 125 milhões de unidades.

Embora o preço no nosso país ainda não tenha sido revelado, é de esperar que o mesmo seja bastante acessível e seja próximo dos valores que têm sido referidos para os restantes países europeus, que o colocam na fasquia dos 49 euros - um valor que seguramente iria tentar muitos dos que ainda guardam boas memórias dos seus velhos telemóveis Nokia.

Actualização: cá parece que irá custar 65 euros... é o que dá viver num país rico. ;P


O Nokia 3310 estará disponível em quatro cores diferentes: vermelho e amarelo, com acabamento brilhante; e azul-escuro e cinzento (com acabamento mate). Podem ir pensando na cor que preferem enquanto aguardam pela sua chegada. :)

7 comentários:

  1. Carlos o equipamento já está disponível na worten e na pcdiga em pré-reserva mas infelizmente está a 65 euros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De nada. Obrigado eu pela qualidade dos artigos que publicas diariamente. O aadm é a minha fonte tecnológica de referência que consulto diariamente à mais de 2 anos.

      Eliminar
  2. Sempre com preços bons para empresários ganhar muito dinheiro com o Zé !
    Vergonha de País .

    ResponderEliminar
  3. Com a autonomia que é divulgada, se desse para aceder a um messenger (Telegram, Allo ou Whastapp...) comprava já!

    ResponderEliminar
  4. À atenção do André Couto: Tu consultas o aadm há mais de dois anos e não à mais de dois anos. O que se faz com um à sem agá é, por exemplo, comer bacalhau à bráz. Quem goste, claro.

    ResponderEliminar
  5. Este equipamento é um desperdício de dinheiro, só suporta rede GSM.
    A rede GSM está a ser desligada por todo o mundo e mais 2 a 5 anos e desaparece da maior parte dos países incluindo Portugal que as notícias parecem indicar a vontade de desligar a rede GSM até ao final de 2017.

    Claro que se desligarem a rede GSM lá se vão milhares de sistemas de alarme (e outros) à vida, já que também funcionam com base na rede GSM :p Pelo menos a maioria dos produtos mesmo ditos profissionais tendem a só usar a rede GSM e quando usam a rede 3G já é caso de mandar foguetes.

    ResponderEliminar

[pub]