2017/05/11

Próximos "smartphones" da Microsoft não terão aspecto de smartphones


A Microsoft continua a pagar pelo erro da sua má estratégia nos smartphones, e em vez de tentar debater-se numa luta perdida, a opção poderá passar por dar o salto para algo diferente.

Quem o diz é o próprio CEO da Microsoft, Satya Nadella, que desde logo disse que os Windows Phones não seriam uma prioridade na fase inicial da sua gestão, mas que acreditaria que a MS voltaria a esse segmento no futuro. A parte curiosa é que ele diz que os próximos smartphones da MS poderão não ter nada a ver com aquilo que consideramos um smartphone actualmente.

Embora não faça a menor ideia do que ele poderá estar a imaginar quando diz uma coisa destas, parece-me que será a melhor (única?) solução para a MS, considerando que a quota de mercado dos Windows Phone já desceu abaixo do 1% e não há perspectivas de que venha a recuperar. Em vez de lançar apenas "mais um smarphone" cuja única característica relevante é não ter acesso às apps populares que existem para Android e iOS, não será pior ideia a MS explorar outras vertentes - ao estilo do Alexa Calling da Amazon - e que olhem já para um eventual futuro pós-smartphone, quer isso venha a ser concretizado por óculos de realidade aumentada ou qualquer outra tecnologia que torne os smartphones, como os conhecemos, desnecessários ou até mesmo obsoletos.

Não será por acaso que a MS tem investido bastantes recursos para fazer do seu Windows uma plataforma adequada para conteúdos VR/AR... E embora por agora isso possa parecer um bocado prematura e fantasioso, quem sabe se daqui por 5 ou 6 anos será a MS a estar numa posição de liderança neste novos formatos, e termos os seus concorrentes a tentarem acelerar o passo para os apanhar?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]