2017/07/06

Europa quer índice de "reparabilidade" nos dispositivos electrónicos

Ficam irritados por pensar que um pequeno problema num botão ou um mau contacto numa antena possa fazer com que um smartphone possa ser atirado para o lixo? O Parlamento Europeu concorda e avança com a recomendação para a criação de um índice que indique se um produto é fácil / difícil de reparar.

Actualmente já nos habituamos a olhar para coisas como o índice de eficiência energética quando compramos diversos equipamentos, e num futuro não muito distante poderemos ter um índice adicional que nos revela se um produto é fácil de reparar.

Na prática acaba por ser o equivalente oficial a classificações como os que sites como o iFixit atribuem aos equipamentos, e que muito auxiliam quem tem que lidar com equipamentos avariados, e que assim pode saber se é algo que se pode aventurar a arranjar por si... ou ficar com uma ideia do trabalho envolvido e se será uma reparação complexa ou simples.

Embora nem sempre as opções de design facilitem a vida em termos de reparações - e há coisas em que já pouco (ou nada) há a fazer - a exigência de apresentação deste nível de facilidade nas reparações certamente faria com que os fabricantes dedicassem um pouco mais de atenção a este ponto, que implicitamente poderia significar que anualmente se evitasse atirar para o lixo alguns milhões de smartphones que poderiam ser reparados... caso os fabricantes tivessem facilitado essa operação.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]