2017/08/02

Apple supera expectativas e atinge novos máximos

Quando se pensava que a Apple iria ter mais um trimestre fraco, com os clientes a optarem por esperar pela chegada do novo iPhone, eis que o fenómeno se inverte, com vendas acima do esperado que atiraram as acções da Apple para um novo máximo.

O trimestre que antecede a apresentação e lançamento de novos iPhones costuma ser um período fraco para a Apple, com os clientes a estarem já de olhos postos no próximo modelo que chegará poucos meses depois. Mas este ano, seja lá porque motivo for (talvez pelo receio de que o desejado iPhone 8 vá ter preços para cima de $1000) isso parece não estar a impedir pessoas de comprarem os iPhones 7, a par dos Apple Watch e também dos novos iPads, que finalmente registaram um aumento nas receitas (e isto mesmo sabendo-se que os mais recentes modelos só mostrarão o que valem quando chegar o iOS 11 com as suas capacidades de multitasking).


Com estes resultados as acções da Apple estiveram a bater nos $160, um novo recorde histórico, e que obriga ao habitual "olhar para trás" para se ver quanto já poderiam ter ganho com elas. Quem tivesse investido $1000 na Apple há 10 anos atrás, nesta altura já estaria a valer mais de $8200 - valor que certamente seria suficiente para comprar o próximo iPhone 8... e mais alguns que se seguissem nos próximos anos.

... A grande incógnita é saber se daqui por mais uma década continuaremos nesta mesma progressão... ou se eventualmente tudo volta a mudar, e a Apple (e Google, e Facebook) passam a ser as novas "Nokia".


P.S. Dito isto, se estiverem a pensar comprar um iPhone, a opção mais lógica será esperar pela chegada dos novos modelos que se esperam para o final de Setembro. Mesmo que não estejam interessados ($$$) no iPhone "8", é mais que certo que os novos "7S" deverão manter preços idênticos aos dos actuais iPhone 7, e vir com as habituais melhorias anuais.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]