2017/09/07

Huawei ultrapassa Apple e chega ao 2º lugar no mercado de smartphones

A táctica da Huawei parece estar a resultar, com a marca chinesa a conseguir manter uma evolução constante que até já lhe permitiu superar a Apple.


O facto de a Huawei assegurar o segundo lugar no mercado de smartphones a nível mundial não é propriamente um facto inesperado. Quem acompanha as movimentações deste sector já esperava este resultado, o qual vem no seguimento dos indicadores positivos que vinham a ser atingidos pela marca chinesa.

Depois de um regresso ao lugar cimeiro do pódio no mercado chinês e de um crescimento de 36% no primeiro trimestre, a Huawei conseguiu bater a Apple nos mercados do leste da Europa. Houve mesmo um responsável da marca a garantir que a Huawei teria já ultrapassado a Apple em termos globais em Dezembro do ano passado.


Os dados agora publicados pela Counterpoint Research, mostram que a Huawei conseguiu bater a rival Apple e comprovam que a táctica da Huawei está a funcionar. Já por várias vezes a marca referiu que tem por objectivo chegar à primeira posição e dominar este mercado, e este resultado indica que estão no bom caminho.

O gráfico em cima mostra-nos alguns dados interessantes, com a Samsung a registar um incremento nas vendas com o lançamento do Galaxy S8 em finais de Março de 2017. Da mesma forma, a Huawei conseguiu o mesmo efeito em Novembro de 2016 com o Mate 9 e em Fevereiro de 2017 com o Huawei P10.

Com apresentação marcada para daqui a menos de uma semana, o iPhone 8 vai muito provavelmente pulverizar estes resultados e atirar a Apple para novo pico; mas, não menos interessante, será por o "combate" entre o Galaxy Note 8 e o Mate 10, que tem apresentação marcada para daqui a pouco mais de um mês. Serão estes dois smartphones capazes de fazer "mossa" nas vendas do iPhone 8, que para além de um preço exorbitante deverá estar condicionado em termos de volume de produção nesta fase de lançamento? Saberemos em breve.

3 comentários:

  1. Bem sei que isto do número de vendas é óptimo para questões de marketing mas... e na questão dos lucros? Na fundo, é nisso que uma empresa se deve basear, pois sem eles está condenada ao insucesso.

    ResponderEliminar
  2. Mais uma vez digo que isso não impressiona assim tanto quanto isso.
    Basta ver o ASP (average selling price) da Apple (mais de 600 usd) e da Huawei (que não chegava aos 200usd no final do ano passado). A isto juntas o poder de compra, e temos uma ideia.

    Mérito, imo, era o Mate 9 ter vendido mais de que o iPhone 7 Plus, o que não aconteceu.

    Não me espanta nada que a Toyota venda mais que a Lexus...

    Ninguém tira mérito à Huawei, longe disso. Mas mérito para mim é uma marca que consegue uma taxa de penetração de mercado na ordem do 10% com um preço médio por equipamento de 600$...

    ResponderEliminar
  3. O gráfico mostra que:
    - Os meses em que a Apple vende menos são os do Verão.
    - Já nesse período de 2016 as vendas da Apple e da Huawei andaram próximas. Por isso o que aconteceu no Verão de 2017 não é de estranhar.
    - As vendas da Apple disparam no quarto trimestre. Quem pegar no gráfico a partir de Setembro de 2016 (como fizeram algun sites) é que vai achar que as vendas da Apple estão em queda.
    - Que as da Huawei têm subido, parece que sim - embora seja mais por troca com a Samsung, quando uma sobe a outra desce.

    ResponderEliminar

[pub]