2017/09/10

Planador bate recorde de altitude ao voar a mais de 52 mil pés


Há um fascínio especial em voar numa aeronave sem motor, mas há quem eleve literalmente isso a outro nível, como foi feito com o Perlan 2 que conseguiu atingir a incrível marca de 52171 pés (cerca de 15900 metros) de altitude.

Para se ficar com uma referência do que isto representa, bastará dizer que os voos comerciais costumam voar a 39 mil pés (cerca de 11900 metros) e que este planador - pressurizado, como se deverá imaginar - estava quase 50% acima dessa altitude... e sem motor.


Claro que este feito do Perlan 2 não é algo que aconteça por acaso, pois para conseguir atingir esta altitude sem batotas (para além do lançamento assistido, como é habitual nos planadores) é preciso aproveitar um conjunto especial de circunstâncias. Neste caso, consistiu em apanhar boleia de um "polar vortex" sobre os Andes, que cria correntes ascendentes de ar com tal velocidade que atingem a estratosfera. É uma ajuda indispensável para chegar tão alto, e que desta vez permitiu chegar aos 52172 pés, batendo o recorde anterior de 50727 pés, obtido pelo... Perlan 1.


É mais um recorde, mas as aspirações da equipa estão longe de estar satisfeitas: o seu objectivo é eventualmente chegar aos 90 mil pés (mais de 27400 metros!) e bater o recorde de voo sustentado por asas... mesmo para aeronaves com motor (há "aviões" que já atingiram altitudes superiores, mas à custa de foguetes ou outros métodos de propulsão.)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]