2017/09/13

Startup Braga leva seis startups a Londres


O panorama das startups nacionais tem estado ao rubro, com inúmeros projectos e produtos dignos de se tornarem sucessos a nível mundial. A Startup Braga vai levar seis até Londres, para as dar a conhecer a novos investidores e empresas que possam contribuir para isso.

A Startup Braga promove o quarto roadshow internacional, levando até Londres seis startups da comunidade que têm o mercado do Reino Unido como prioritário. Depois da primeira edição em 2015, Londres volta a ser palco de apresentação dos projetos a novos investidores e empresas com o objetivo de se darem a conhecer a este novo mercado e recolherem conhecimento essencial para a expansão internacional. Entre 12 e 14 de setembro, as portuguesas Magikbee, Nutrium, Loqr, Kide, Performetric e WonderCover estarão juntas para conhecer um dos ecossistemas tecnológicos e empreendedores mais excitantes do contexto atual, contactando entre outras, com tecnológicas portuguesas implantadas em Londres, como é o caso da Uniplaces e da Seedrs.

Magikbee promove actividades educativas divertidas para crianças combinando a utilização dos ecrãs digitais em combinação com elementos físicos.

Nutrium é um software de nutrição concebido para profissionais de saúde que facilita o acompanhamento e monitorização dos seus pacientes.

Loqr disponibiliza serviços de autenticação e controlo de acesso que libertam os utilizadores das passwords mas mantendo a segurança exigida.

Kide um marketplace para roupa de criança e bebé que oferece uma experiência inovadora e "viciante".

Performetric um serviço que monitoriza em tempo real o nível de fadiga mental de forma não intrusiva.

Wonder Cover adaptadores para tablets que transformam o ecrã de jogo virtual numa experiência multiplayer mais divertida.

Em quatro anos, as 111 startups apoiadas pela incubadora conseguiram investimento na ordem dos 14 milhões de euros, gerando mais de 350 empregos na zona Norte de Portugal. Com visão global desde a sua criação, 23% das empresas apoiadas pela Startup Braga têm escritórios no estrangeiro. Com vendas acumuladas na ordem dos 11 milhões de euros, estas jovens empresas vendem para 58 países, representando as exportações mais de 53% do volume de negócios das startups que já se encontram no mercado.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]