2017/10/24

Facebook testa feed adicional para "esconder" artigos não promovidos


Os sites que dependerem quase exclusivamente do Facebook para atrair visitantes deverão preparar-se para os perder... a não ser que paguem para isso.

Muitos utilizadores do Facebook já poderão sentir-se afrontados com a insistência da plataforma em lhes pedir que paguem para que aquilo que escrevem e partilham chegue a mais pessoas. Isso torna-se ainda mais exagerado e intrusivo no caso das Facebook Pages, mas é uma das formas que muitos sites ou pequenos negócios têm de chegar a milhares de pessoas... Só que, mais uma vez, o Facebook prepara-se para "pedir" dinheiro aos utilizadores...

Em vez de apresentar esses conteúdos das páginas no feed dos utilizadores, o Facebook está a fazer testes em diversos países onde cria dois feeds independentes: um deles dedicado aos conteúdos feitos pelos amigos; e o outro destinado aos conteúdos das páginas que os utilizadores seguem. Obviamente, e nem sequer tentando esconder o real propósito, no caso de artigos promovidos (pagos) os mesmos são apresentados no feed principal do utilizador.

O resultado tem sido catastrófico para os sites que dependem da exposição via Facebook, com o número de visitas oriundas do Facebook a cair entre 60 e 75%.

... Pessoalmente sempre achei um pouco absurdo (e completamente invertido) que quem disponibiliza conteúdos no Facebook ainda tenha que pagar para os promover, quando é o Facebook que mais tem a ganhar com isso (um Facebook sem conteúdos seria certamente muito menos interessante para os utilizadores). Aliás, há quem argumente que o próprio Facebook depressa mudaria de atitude se avançasse com esta intenção a nível global, pois apenas iria fazer com que um número significativo de utilizadores se fartasse de ver um feed apenas com coisas que os amigos fizeram... fazendo com que saltassem para fora do Facebook para pesquisarem as coisas que acham interessantes.

Seja como for, é apenas mais um sinal de alerta para que nunca se fique demasiado dependente de uma plataforma em particular...

3 comentários:

  1. Obviamente que o Facebook precisa de fazer dinheiro, ninguém duvide disso mas está cada vez mais uma plataforma em que só quem paga é que aparece no feed. No meu feed acho que já aparecem mais post pagos que de páginas que sigo e juntando-se o algoritmo de organizar os conteúdos de forma que eles acham que tem interesse para mim, já começo a ficar farto. Já pouco uso e esta noticia, se eles efectivamente avançarem para isso, acho que vai ser um tiro no pé mas as pessoas vão continuar a usar pois é lá que felizmente ou infelizmente estão todos os contactos deles. Acho que faz falta uma alternativa para as massas...(just my 2 cents)

    ResponderEliminar
  2. uma boa alternativa portuguesa esteve a ser criada (antes do facebook vir com aqueles novos botões de like, com emojis e outras coisas), que foi onde apareceram pela primeira vez estes botões de likes, mas após o facebook usar esta ideia (para a qual como devem calcular é muito difícil de criar uma patente ou mesmo impossível), os criadores decidiram não prosseguir, e a rede caiu. Portanto, neste momento o facebook também tem algum impacto na eliminação de nova concorrência

    ResponderEliminar
  3. Mas já viram quanto é q o facebook pede pra promover os artigos ???? Uma quantia tão baixa que qualquer um pode pagar (e á sua medida). Enfim, não acho nada escandaloso que não se possa continuar a obter lucro pra sempre através do Facebook sem se ter q investir dinheiro nenhum!

    ResponderEliminar

[pub]