2017/10/17

MEO lança programa de upgrade anual para iPhones


Muitos fãs dos iPhones ficam tristes por cá não estar disponível o programa de actualização anual que a Apple disponibiliza nos EUA, mas o MEO sugere uma alternativa sua que poderá ter o mesmo efeito.

Embora os preços dos iPhones tenham vindo a subir regularmente ao longo dos últimos anos, continua a haver pessoas que não abdicam de trocar o seu iPhone anualmente pelo novo modelo. É para elas que se destina esse tipo de programa e, como sempre, é uma questão de se fazer contas e decidir se será mesmo o melhor negócio.

No caso deste programa do MEO, a ideia é que quem aderir a este programa poderá ter um valor de retoma garantido de 50% ao trocar o seu iPhone por um novo ao final de 12 meses; podendo também prolongar esse período até aos 18 meses (mas com valor progressivamente reduzido de retoma).


Por exemplo, quem comprar um iPhone 8 de 64GB no MEO (€820) poderá, daqui por 13 meses, receber 415 euros por ele, que poderá abater na compra do próximo modelo. Neste caso, não compensará esperar muito pela troca... pois ao fim de 18 meses o valor de retoma desce para valores ridículos (240 euros).

Ter um valor de 50% garantido ao fim de um ano poderá não parecer demasiado mau para quem não quiser lidar com as "chatices" de tratar da venda, mas há outros aspectos que é preciso ter em conta. Em primeiro lugar há que considerar o custo da adesão ao programa, que é de 100 euros; ou de 50 euros caso adiram a um seguro de roubo e danos... que custará 160 euros adicionais (e tem franquia de 70 euros).

Há também que ter em conta que o valor de retoma pressupõe que o iPhone esteja em boas condições, sem riscos nem danos visíveis... o que será sempre algo um pouco subjectivo e poderá dar algumas dores de cabeça caso o operador decida que "aquele risco" invalida o programa.


... Portanto... acaba por ser um "risco": ou optam pelo programa de trocas sem seguro, mas predispondo-se a pagar 100 euros pela promessa de retoma do iPhone por 50% (valor que facilmente poderá ser obtido no mercado de usados.) Ou então terão que pagar mais 210 euros pela variante com seguro (que se pode tornar em 280 euros devido à franquia em caso de acidente) o que dará algum descanso acrescido... à custa de despesa acrescida, logicamente.

Para quem já estiver a pensar aderir a um seguro deste tipo (independentemente de tudo o resto), parece-me que este programa até poderá justificar-se, pois pagará 50 euros para ficar com a tal garantia de troca. Para um utilizador normal... não me parece que se justifique pagar mais 100 euros para depois ficar sujeito a que um risco acidental invalide a troca... sendo que, com a "chatice" de ter que lidar com a venda directamente, facilmente o conseguirá vender por 50% do valor (e sem necessidade de pagar 100 euros por isso).

3 comentários:

  1. Tendo em conta que no mercado dos usados se consegue vender bem por esse valor, e pelo facto de este programa "obrigar" a compra do novo equipamento na própria MEO, podiam ter sido um pouco mais generosos no valor da retoma. Mais um banha da cobra do costume.

    ResponderEliminar
  2. Muito melhor: http://abertoatedemadrugada.com/2016/12/phone-house-com-renting-de-smartphones.html

    ResponderEliminar
  3. LOL sempre a tentarem enganar o próximo...típico dos Franceses...
    Daqui a 13 meses o iphone 8 vende-se na boa por 600€...

    ResponderEliminar

[pub]