2017/11/04

Acordo entre MediaTek e Google promete Android mais actualizado


Um acordo entre a Google e a MediaTek deu origem a um novo programa de compatibilidade e certificação do Android, que irá permitir aos fabricantes de equipamentos com chipsets MediaTek usufruirem dos Google Mobile Services (GMS) pré-instalados (Google Play, Gmail e Youtube, entre outros).

Até agora, a MediaTek enviava aos fabricantes o chamado Board Support Package (BSP), que não era mais que os drivers para operarem o SoC e uma versão do Android baseada no AOSP. Com este acordo denominado de GMS Express, a MediaTek passa a enviar aos seus parceiros uma versão do Android mais orientada para o consumidor, que inclui os referidos Google Mobile Services que os utilizadores associam aos Android e, não menos importante, está preparada para os testes de compatibilidade da Google (Google Compatibility Test Suite - CTS).

Esta alteração poderá parecer pouco importante, mas vai ter um enorme impacto na forma como os fabricantes lançam os seus equipamentos. No modelo anterior, os OEM (Original Equipment Manufacturers) tinham que agarrar no Board Support Package e preparar a sua oferta para ser certificada num laboratório aprovado pela Google. Processo demorado e dispendioso e, no caso de serem detectadas inconformidades, eram necessárias várias iterações até que tudo ficasse conforme. Com o GMS Express, este processo é reduzido de de 3 meses para apenas 4 semanas.

Neste novo programa, os OEM vão poder colocar mais rapidamente no mercado os novos equipamentos, com menos custos e uma experiência de utilização consistente, de acordo com os padrões da Google. A MediaTek já tem o GMS Express a correr nalguns dos seus parceiros chave, já com o Android Oreo, e tem intenção de passar para o Android P assim que a Google o disponibilize. O CPU MT6739, uma unidade destinada ao segmento de entrada, suporta Android Oreo e a MediaTek garante que vai ser compatível com o Android P.

No papel, são excelentes novidades, agora resta esperar para então se poder avaliar o comportamento das partes envolvidas neste processo. A MediaTek tem ainda muito para provar no campo das actualizações e os OEM repartem as culpas neste assunto. Segundo a MediaTek, os consumidores não têm razões para se preocuparem, dizendo que assegura a disponibilização de novas versões do Android, permitindo fabricantes manterem os equipamentos actualizados sem grande trabalho. Esperemos que assim seja.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]