2017/11/17

EA remove compras polémicas no Battlefront II


Mesmo a tempo do lançamento do jogo Star Wars Battlefront II, a EA lá cedeu à pressão de mais de meio milhão de jogadores que se sentiam indignados por serem "convidados" a pagar para desbloquear personagens do jogo - depois de terem comprado o preço de um jogo completo - ou serem forçados a jogar durante dezenas de horas para terem acesso aos mesmos.

Para evitar que este problema se tornasse ainda maior (o comentário da EA no Reddit a tentar justificar a sua posição foi o mais criticado de sempre, com mais de 600 mil votos negativos) a EA reconheceu a "derrota" e anunciou que, nesta fase, iria remover todas as compras com dinheiro real, de modo a que o jogo se mantivesse equilibrado para todos os jogadores, em vez de dar vantagem imediata a quem pagasse para os desbloquear, transformando-o num jogo "pay to win".

Não é propriamente aquilo que os jogadores queriam - ter acesso total ao jogo pelo qual pagaram (e bem) o preço de um jogo completo - e fica no ar a suspeita de que isto será apenas uma manobra de diversão para evitar mais publicidade negativa que prejudique o jogo na fase de lançamento, pois a indicação é que esta remoção foi feita "por agora" e que voltará a ser reavaliada no futuro.

Como já temos dito por diversas vezes, não temos nada contra a aplicação de tácticas "freemium" a jogos das consolas e PCs para incentivar o investimento dos jogadores... mas se é para ser assim, têm que disponibilizar o jogo gratuitamente ou a preço simbólico, em vez de pedir os 70 euros (ou 90 euros da edição "Deluxe") que pede pelo jogo! O que não se pode aceitar é pedir o preço completo e depois ainda estar a pedinchar mais umas dezenas de euros para se ter acesso ao que já se comprou!

2 comentários:

  1. esta cada vez pior... vai se la safando uma editora ou outra.

    ResponderEliminar
  2. Já o primeiro battlefront foi um fracasso a custa desta atitude. E vão repetir?

    ResponderEliminar

[pub]