2017/11/14

MB Way "Toca & Paga" deixa fazer pagamentos via NFC

Os utilizadores da app MB Way em smartphones Android passam a poder fazer pagamentos com um simples toque do seu smartphone num terminal de pagamento.

Quem achava que o MB Way já era prático de utilizar vai gostar de saber que o processo fica ainda mais facilitado com o novo sistema "Toca & Paga", que permite efectuar pagamentos via NFC bastando encostar o smartphone

Para utilizar este meio de pagamento, que simplifica a experiência de compra em loja, basta tocar com o smartphone no terminal de pagamento e já está pago. Para valores superiores a 20 euros será necessário confirmar a operação introduzindo o PIN do MB Way na app.

Por agora esta funcionalidade Toca & Paga fica disponível para smartphones Android com NFC que tenham feito a actualização para a mais recente versão da app MB WAY, sendo que os utilizadores com iPhones não ficam esquecidos: está prometida uma solução equivalente para iOS que ficará disponível no início do próximo ano.

... Agora é só esperar que os terminais de pagamento wireless se comecem a popularizar, já que, pelo que tenho visto... continuam a ser uma raridade.

14 comentários:

  1. Isto funciona em qualquer terminal que já aceite cartões "contactless" não é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. penso que a situaçãonão é muito clara. dá a enteder que os terminais, para além de serem contactless, tb terão que estar preparados para este tipo de pagamento.

      https://www.mbway.pt/perguntas/pagar-com-nfc/

      Eliminar
    2. Tenho tentado pagar, tanto na Fnac como no jumbo e não aceitou dizendo que o cartão não era válido. Penso que terá ser um terminal próprio.

      Eliminar
  2. Ainda não consegui efectuar nenhum pagamento com a APP, Pingo doce e Continente com terminais wireless

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar de não perceber o motivo, pelo que dá a entender no site da mbway, os terminais dos comerciantes, para além de terem que ser wireless, têm de estar preparados para os pagamentos mbway. Esse será o processo que irá sendo difundido no tempo. Ou seja, ainda não deverá ser fácil encontrar comerciantes onde se possa usar a nova funcionalidade!

      Eliminar
  3. É necessário que alem de contactless aceite pagamentos mb way. Neste caso por exemplo o Jumbo deve de aceitar já que aceita pagamentos por mb way e tem terminais contacless.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso era preciso que aceitasse, anteontem, mal a app fez este upgrade, tentei pagar no Jumbo, ao principio deu certo, mas depois deu errado e disse pra pagar com outro cartão...

      Eliminar
  4. Pensava que finalmente em 2017 iria poder esquecer-me da certeira em casa e começar a usar o telemóvel para pagar, mas pelos vistos continua a ter demasiadas especificidades. Como se não bastasse sei que alguns terminais que têm a tecnologia NFC são instalados com a opção desactivada simplesmente porque ninguém pediu, não sei se remotamente depois é possível ser ativada (espero bem que sim).
    Espero que as guerras da exclusividade dos pagamentos não prejudiquem a uniformização e implementação dos pagamentos NFC que já há décadas são usados no Japão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Provavelmente não pediram porque implica em pagamento adicional, além do já pago pelo uso dos terminais MB.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  6. Os bares de strip já inventaram esta "feature" há muito tempo: se toca paga :D

    ResponderEliminar
  7. Não consigo entender como não é proibido estes sistemas de só ter de aproximar!
    Estes sistemas todos deveriam ter um ecrã onde exibiam o montante a pagar e qual o comerciante e a pessoa depois deveria no mínimo ter que meter um código ou pelo menos o dedo com a impressão digital, para existir o mínimo de garantia de segurança.
    Com estas facilidades todas quem se lixa sempre são os clientes.
    Ah! E tal o banco devolve se reclamar... devolvem o tanas! Primeiro tem que dar pela despesa... muitos nem vão dar, mas ficam sem o dinheiro. E depois é sempre a mesma conversa, ao início às vezes devolvem aos clientes mas com o passar do tempo os clientes é que tem de provar que não foram eles, e mesmo que prove (o que por vezes é simplesmente impossível) o banco pode não devolver na mesma... e ir para o tribunal é para esquecer, só os gastos não compensavam... o cliente fica sempre a arder com o prejuízo... e se para quem ganha milhares de euros como estes tipos da banca é na boa, para os outros que andam a contar os tostões nem 20 euros é pouco.

    ResponderEliminar

[pub]