2017/11/17

YouTube suspende vídeo da própria Google


Numa altura em que a Europa quer exigir que todos os sites implementem filtros automáticos que impeçam a publicação de conteúdos protegidos por direitos de autor, eis que temos mais um caso dos riscos da utilização de tais sistemas automáticos.

Alguns utilizadores do YouTube depararam-se com a caricata situação de um vídeo publicitário da Google ao seu Chromebook Pixel ter sido removido por ter sido considerado "spam".

Neste caso a situação foi rapidamente rectificada, mas fica no ar a interrogação sobre se tal aconteceria com a mesma velocidade caso se tratasse de um vídeo de uma qualquer outra pessoa ou empresa - tendo em conta a total sensação de impotência (e de ser automaticamente tratado como um "criminoso") quando se tem que lidar com uma destas remoções automáticas; sendo que os processos de recurso são do mais frustrante que há, e sempre ameaçando com a potencial suspensão total da conta, para desincentivar discussões, mesmo quando se sabe que se tem razão.

Excelentíssimos políticos nacionais (e europeus) que estejam a votar no sentido da internet seguir nesta direcção: tenham cuidado com aquilo em que nos metem... pois posso garantir-vos que se irão arrepender...


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]