2017/12/08

Revolut desilude com compra de "Bitcoin"


A loucura dos Bitcoins tem feito com que cada vez mais pessoas se interessem pelas criptomoedas, mas a maioria sente-se também perdida por não saber como as comprar. O serviço Revolut, que tem revolucionado o serviço de banca online, já permite comprar criptomoedas... mas a sua implementação deixa bastante a desejar.

Comprar Bitcoins implica abrir uma conta numa exchange como a Coinbase, sendo que muitos utilizadores poderão não se sentir confortáveis a ter que enviar documentos de identificação e/ou tirar fotografias no momento (ou nalgumas exchanges, até mesmo a ter que fazer uma videochamada para comprovar a identidade). Por isso, poder comprar através da conta do Revolut seria uma proposta bastante mais atractiva... mas infelizmente, a concretização dessa promessa chega com um sabor bem amargo.

Para começar, os utilizadores que desejem ter acesso à secção das criptomoedas têm que subscrever o serviço premium do Revolut (€7.99/mês) ou em alternativa angariar três amigos que se registem no serviço usando o seu link. (Futuramente o serviço será disponibilizado a todos os utilizadores sem estas condicionantes.)

Mas a pior parte é que quem comprar Bitcoins no Revolut não está efectivamente a comprar Bitcoins, mas sim um "token" cujo valor será mantido em paridade com o dos Bitcoins (tal como para o Ethereum e Litecoin). O que isto significa é que, logo à partida, os utilizadores não têm qualquer possibilidade de transferir estes "pseudo-Bitcoins" do Revolut para uma carteira externa que possuam, nem fazer transferências de Bitcoins de uma carteira para a sua conta no Revolut. Ou seja, para todos os efeitos, estão a comprar apenas uma nova criptomoeda que o Revolut anuncia como "Bitcoin" mas que nada tem a ver com Bitcoins reais.

Para algumas pessoas isso poderá não importar, desde que o Revolut honre a valorização dos Bitcoins e não faça aumentar a taxa de 1.5% sobre as transacções (para referência, com um Bitcoin a valer mais de 12 mil euros, a compra ou venda de uma única bitcoin com esta taxa já irá subtrair quase 200 euros à vossa conta - agora imaginem no caso de quem cobra taxas mais elevadas!) Mas, para quem quiser realmente manter Bitcoins palpáveis, que possa transferir para onde quiser ou até guardar numa carteira offline... continuará a ter que recorrer aos Bitcoins verdadeiros.

3 comentários:

  1. Se vão usar euros para comprar bitcoin recomendo o Bitstamp ou o Kraken. Têm boa reputação e as taxas são bastante inferiores às do Coinbase. Se bem que o Kraken anda com problemas nos servidores devido ao aumento de clientes e o site está muitas vezes em baixo, mas dizem que vão resolver a situação em breve. (PS: não invistam tudo de uma vez, nem gastem mais do que aquilo que estão dispostos a perder, é possível que ocorra em breve uma correcção no preço, se bem que a longo prazo acredito que ainda vá atingir valores superiores aos actuais)

    ResponderEliminar
  2. Exchange GDAX (pertence à coinbase) tem taxas mínimas!

    ResponderEliminar

[pub]