2009/07/03

RoboCup 2009 - Graz - Dia 4

E aqui fica o relato do dia das aventuras no RoboCup 2009 em Graz, pelo Guilherme Amaral, membro da equipa de futebol robótico IsePorto, do ISEP.

E mais um dia está a chegar ao fim! Amanhã, mais uma vez, teremos jogo às 9 da manhã. Finalmente o hardware começa a estabilizar e o software começa a "demostrar frutos". Pena ser só ao final do dia!
Hoje jogamos contra os Tech United... Perdemos por 6-0. Tendo em conta que tivemos 2 robôs que ficaram parados durante todo o jogo (jogando apenas o guarda redes e um avançado), não foi um mau resultado.
A equipa dos Tech United é a que tem mais elementos: 21 pessoas na equipa. Hardware muito estável (grandes patricionadores), mecânica excelente e impressionantes algoritmos de visão e controlo. Um conjunto que proporciona jogos bastante emocionantes!

Quanto às restantes equipas portuguesas, a CAMBADA ganhou por 3-0 aos chineses NuBot e 14-1 à equipa do IST (IsocRob) que estão a participar sem qualquer sistema de chuto. Um novo sistema não chegou a ser produzido a tempo fazento com que o método para tentar marcar seja apenas empurrar a bola com o robô!


Vídeos dos jogos e fotos estão disponíveis no site dos Tech United! Fotos de outras ligas, inclusive.

Vamos lá ver se hoje as nossas equipas têm mais sorte (para além dos parabéns à CAMBADA, por estar a ter bons resultados)

E aqui vos deixo um vídeo do robot da TechUnited a driblar. :)
Sem dúvida impressionante os avanços das capacidades que estes robots têm tido nos últimos anos.



Aquele "active ball handling" que permite segurar e travar a bola... partiu-me todo. o_O


6 comentários:

  1. @gui: Tu queres é aparecer!!! :-D
    Tens jeito pra reporter... Faz-me ter saudades desses tempos... manda abraços aos asiaticos por mim :-P

    @Carlos: a tecnica é realmente interesante... mas não sei até que ponto não será em parte "ilegal"... a ultima vez que li o regulamento do robocup terá sido em 2007, mas proibia expressamente mecanismos que agarrasem a bola (a propria area da bola que o mecanismo abrangesse era limitada) e que a impedissem de rodar livremente... neste caso, se o mecanismo que trava a bola o fizer com o robot em movimento, seria falta. A menos que as regras tenham sido alteradas.

    So pra referencia, o regulamento do robocup é adaptado do regulamento da FIFA para o futebol de 11.

    E nós por cá tb temos mecanismos mt bons... a primeira defesa aerea em futebol robótico é nossa (ISePorto). Podem ver aqui:
    http://lsa.isep.ipp.pt/movies/iseporto/robocup06_defense_xvid.avi


    Abraços e boa sorte ás equipas portuguesas (em especial á minha: ISePorto :))

    ResponderEliminar
  2. @claw

    Ali no vídeo demonstra bem ele a ir a correr com a bola, e a travá-la antes de sair do campo.
    No entanto não "agarra" a bola, é mais estilo "travão".

    ResponderEliminar
  3. Certo, mas se a bola parar de rodar enquanto o robot continua a andar, ou seja, a bola é arrastada, é falta. Ou era.

    A ideia é aproximar o futebol robotico ao futebol humano. E ninguem consegue correr com o pe em cima da bola a trava-la...

    ResponderEliminar
  4. Pois, o truque está em abrandá-la sem "arrastanços", que é o que estes robots da Tech United parecem conseguir fazer...

    ResponderEliminar
  5. sim, pelo video conseguem faze-lo bem.... o futuro é já ai :)

    ResponderEliminar
  6. Perder 6-0 é bom!!! e qué das defesas aereas? foi sorte?

    ResponderEliminar

[pub]