2010/05/06

Google os eBooks e o Futuro

No outro dia falei-vos da intenção do Google se aventurar no mercado dos eBooks, com a criação de uma loja online, o Google Editions.

O Google sempre foi um dos principais impulsionadores da digitalização de livros, e há bastante tempo que tem apoiado inúmeras iniciativas que visam preservar todas as obras escritas para formato digital.
Um formato que melhor resisitirá ao tempo, e mais facilmente permitirá a sua divulgação. Infelizmente, isso nem sempre acontece...

O mercado dos leitores de eBooks tem aumentado nos últimos tempos, desde a introdução do Kindle... mas rapidamente se descobriu que a facilidade antecipada pelos formatos digitais estava afinal a ser severamente limitada e restringida. E tudo isto devido à incapacidade das leis que regulam os direitos de autor estarem agora profundamente desajustadas da realidade actual.

Poderiam pensar que, ao comprarem um livro digital, o pudessem facilmente ler no vosso leitor de eBooks, ou - caso o desejassem - no vosso computador, ou no vosso telemóvel, ou num tablet PC, ou até numa Televisão (agora que muitas delas começam a vir equipadas com browsers e outras funcionalidades semelhantes.) No entanto, a maioria das plataformas de eBooks apresenta-se como uma prisão - onde os livros digitais adquiridos só muito dificilmente podem ser lidos ou transferidos para outros dispositivos.

Ora... se isto já é complicado hoje em dia, imaginem como será a longo prazo?
Já tivemos casos semelhantes, de formatos proprietários de músicas com DRM - e até de grandes empresas, como a Microsoft - que depois de as anunciarem como "a melhor coisa à face da Terra" para protegerem os direitos dos autores e (segundo eles) dos consumidores, acabam por terminar esses sistemas... deixando milhares de utilizadores sem acesso ao conteúdos que legalmente adquiriram.

Daí que se torne essencial escolher um fornecedor de conteúdos que nos permita a máxima flexibilidade e liberdade de acesso, e actualmente, o Google parece ser uma das apostas mais seguras.

Com este Google Editions, passaremos a poder aceder aos nossos eBooks a partir de um qualquer browser.

Como todos sabem o browser está a tornar-se cada vez mais na verdadeira "janela" para o mundo, e para além de já ser um elemento essencial nos computadores e telemóveis (e até nos eBook readers), irá tornar-se cada vez mais comum em muitos outros dispositivos (como as televisões, automóveis, e futuramente... em praticamente tudo o que tenha um ecrã!)


Esta loja do Google parece ser também bastante mais atractiva para as editoras e escritores, que a podem usar como montra mas continuar a manter o controlo (e a quase totalidade dos lucros) sobre as vendas.


Uma coisa é certa, é preciso tornar os livros digitais verdadeiramente atractivos e capazes de proporcionar todas as vantagens que os consumidores esperam, face aos livros em papel - se assim não for, os eBooks serão apenas mais uns dos conteúdos que se arriscam a ficar presos a um dispositivo específico que seguramente já nem existirá daqui por uma década.

Tal como hoje em dia posso pegar num livro comprado antes de sequer ter nascido, lê-lo, emprestá-lo, ou revendê-lo, é preciso que tal possa acontecer igualmente com os eBooks actuais, daqui por 50 anos.

2 comentários:

  1. Boas,

    Achei o teu artigo bem interessante. omo leitura de e-books deparei-me com o problema dos formatos assim que comprei o meu leitor mas após uma pesquisa na net encontrei um programa bem interessante que me converte os e-books no formato que me interessa :-D

    O nome desta pérola é "Calibre - E-book management" e é gratuito :-D. Já o testei e posso dizer que vale mesmo a pena. Agora já não me preocupo minimamente com os formatos.

    ResponderEliminar

[pub]