2011/10/07

O que é um Backside Illuminated Sensor?

Com a Apple a fazer menção especial de que o seu novo iPhone 4S vem equipado com uma nova câmara de 8MP com um sensor "Backside illuminated", talvez seja uma boa altura para vos tentar explicar o que é afinal este sensor BSI (Backside Illuminated Sensor).

Por esta altura assumo que já compreendem um pouco do funcionamento interno de um sensor de imagem, como já aqui abordamos relativamente ao rolling shutter e ao padrão bayer.

Mas, neste caso, temos que ir ainda mais "fundo" na questão e aproximarmo-nos mesmo das estruturas mais básicas e do fabrico de um sensor de imagem. O processo tradicional de fabrico de um sensor CMOS faz com que parte da electrónica responsável pela medição da luz que atinge cada pixel fique "à frente" do próprio pixel. Como é lógico, isso impede que parte da luz recebida atinja o sensor, obrigando a que mais luz seja captada para produzir uma imagem com qualidade e sem "ruído".

Com um sensor BSI, o processo de fabrico é invertido, fazendo com que a electrónica fique "por trás" da superfície sensível à luz, e assim aumentando drasticamente a sensibilidade do sensor à luz.



Estas imagens ilustram o que será tirar uma mesma foto nas mesmas condições, usando apenas um sensor tradicional ou um que seja "Backside illuminated".

Portanto, não há sequer margem de manobra, um sensor BSI é implicitamente melhor que um sensor tradicional e a sua utilização será sempre recomendável sem "pontos negativos" a assinalar.

(No entanto, não se pense que este tipo de sensores é exclusivo da Apple ou do iPhone 4S, há diversos outros smartphones que já usam estes sensores - até o iPhone 4 já utilizava um, embora com menor resolução - e também câmaras fotográficas, como é o caso da Nikon P500.)

[Artigo originalmente publicado no Aberto até de Madrugada]

2 comentários:

  1. Ola, estou pesquisando sobre os sensores das cameras e gostaria de saber qual é o sensor tradicional citado na materia.

    ResponderEliminar

[pub]