2012/04/02

IBM Precisa de Computador "Astonómico"


Para muitas pessoas, a potência do seu computador é mais do que suficiente para fazer todo e qualquer tipo de tarefas que deseje realizar - e poderá até parecer estranho que continuamente se criem CPUs mais velozes.

No entanto, há também quem esteja preocupado ao saber que toda a potência computacional disponível hoje será insuficiente para aquilo que já se sabe ser necessário para o futuro.


O SKA (Square Kilometer Array), será uma rede de radiotelescópios que se estenderá por milhares de quilómetros na Austrália ou África do Sul, e deverá estar concluido em 2024. Com esta rede de radiotelescópios, teremos uma precisão 50x superior à dos telescópios actuais, permitindo espreitar ainda mais longe no Universo.

O "problema" é que esta rede de rádiotelescópios irá produzir um exabyte de informação... por dia! Basicamente, o dobro de toda a informação que circula diariamente na internet... e que sem dúvida deixaria um sorisso de orelha a orelha a todos aqueles que considerariam justo cobrar uma taxa por cada MB para reverter a favor dos autores (aqui neste caso, deveriam certamente incluir também os autores extra-terrestres ;P)

Por isso mesmo, a IBM já está a trabalhar no sentido de desenvolver sistemas capazes de processar esta quantidade astronómica de dados de forma a que se consigam obter dados válidos de tudo isto.

Embora a tarefa seja monumental, bastará olhar para o estado da tecnologia há 12 anos atrás... e imaginar que ainda temos 12 anos pela frente para que tal possa vir a ser possível.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]