2013/02/22

AR Engine Promete Realidade Aumentada sempre Ligada


Os nossos smartphones são máquinas poderosas que podem fazer praticamente tudo o que se possa imaginar; no entanto - e infelizmente - deixam também bastante a desejar quando queremos utilizar todas essas funcionalidades. Bastará ligarem o GPS, câmara, e correrem uma App que dê uso intensivo ao CPU (como por exemplo, uma app de realidade aumentada que esteja continuamente a fazer reconhecimento de imagens), e será difícil que a bateria não se desvaneça num par de horas. Mas agora há uma empresa que quer mudar isso.

A Metaio poderá ser desconhecida da maior parte das pessoas, mas é uma empresa que há muitos anos vêm a inovar na área da realidade aumentada, e agora tem um chip que - o AR Engine - que diz tornar possível a utilização de realidade aumentada nos dispositivos mobile de forma continua, todo o dia, com consumos comedidos. Este é um chip que poderá ser equiparado aos GPUs dedicados ao processamento gráfico; mas aqui aplicando-se exclusivamente à função da realidade aumentada.

Lembram-se de no outro dia eu dizer que estava intrigada sobre como o Google conseguiria "espremer" autonomia suficiente neste tipo de funções do seu Glass? Agora já começo a pensar que seja possível...

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]