2013/07/23

Samsung apresenta novo Exynos Octa-Core Melhorado (e sem Bug?)


Se pensavam que a Samsung só "exagerava" na quantidade de smartphones e tablets que vai lançando para o mercado a ritmo hiper-acelerado, ao ponto de até começar a baralhar ela própria os modelos (uma recente publicidade ao novo ATIV Tablet com Windows referia o tablet como sendo um Galaxy TAB - que tem Android), preparem-se pois poderemos ter que assistir a algo idêntico nos CPUs. O recém lançado Exynos 5 Octa-core já tem sucessor.

O Exynos 5410 passa a dar lugar ao Exynos 5420, que continua a utilizar o sistema de 4 CPUs Cortex A15 para as tarefas de alto-desempenho e 4 CPUs Cortex A7 mais poupados para as tarefas menos exigentes (sendo que apenas podem estar quatro deles a funcionar em simultâneo). Um dos motivos deste lançamento apressado será certamente a correcção de um bug existente no Exynos 5 Octa original, e que fazia com que não pudesse atingir o seu melhor desempenho tanto a nível de processamento como de poupança de energia: de cada vez que seja necessário mudar um processo de um bloco de núcleos para o outro, o Octa original necessita guardar e recarregar a memória cache do CPU, que penaliza bastante o seu funcionamento.

Neste 5420, este bug já deverá estar resolvido (embora tal não seja referido - no seguimento do tratamento "silencioso" que a Samsung tem dado a este problema), e as velocidades sobem também de 1.6 para 1.8Ghz no bloco de A15 e de 1.2 para 1.3Ghz no bloco de A7.

Mas a mudança mais significativa ocorre no GPU, que passa de uma PowerVR SGX544MP3 para um GPU Mali-T628 MP6. A Samsung opta assim por um GPU da ARM, ficando por determinar qual terá sido o motivo desta mudança (assim como verificar como se irá comportar este sistema, que dá uso a 6 cores no GPU, uma opção pouco habitual mas válida (a arquitectura permite que os fabricantes optem por sistemas de 4-8 cores neste GPU).

Seria bom que a Samsung optasse por uma política de maior transparência quanto ao bug do Exyno Octa, e que esclarecesse se este 5420 tem realmente esse problema corrigido. Senão, arriscam-se a que todos aqueles que se sentem enganados façam tal "tumulto" que venha a estragar a confiança dos futuros potenciais clientes e interessados em equipamentos com CPUs Exynos.

3 comentários:

  1. Gostei dessa do tratamento "silencioso" que a Samsung tem dado ao problema.

    Acho que ainda pensaram em dizer: "Lançámos um S4 octa-core mas o SoC não é lá grande coisa, esperem pelo novo que começa a ser fabricado em Agosto, que já tem os bugs resolvidos". Depois pensaram que tinham os actuais S4 octa-core para vender e silenciaram-se.

    ResponderEliminar
  2. Só digo isto, se fosse a Apple caía o mundo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas não é.. ;) Só não entendo o porque de a Apple ter vindo à baila.

      Eliminar

[pub]