2013/09/24

Oppo N1 com CM câmara rotativa e traseira touch-sensitive


A Oppo tem dado que falar e vai continuar a fazê-lo nos próximos tempos. Depois do popular Find 5, temos um novo equipamento que traz algumas novidades incomuns. Espreitem só o que a Oppo está a preparar com este phablet N1 de 5.9".

Para todos os que se sentirem limitados pelas 5" do Find 5, este N1 expande o ecrã para as 5.9" mantendo a resolução Full HD. Lá dentro encontramos um CPU Snapdragon 600 a 1.7Ghz, 2GB de RAM, 16/32GB de Flash e bateria de 3610mAh.

Mas é no exterior que este modelo mostra que a Oppo está no mercado para mudar algumas coisas. Este N1 tem uma curiosa câmara de 13MP rotativa que tanto pode tirar fotografias virada para a parte de trás, como para a frente!


O N1 também dá uso a um sistema de duplo flash com tonalidades diferentes, idêntico ao usado no novo iPhone 5S (por pouco a Apple perdia a oportunidade de dizer que foi a primeira!) Também temos um pequeno botão remoto bluetooth "O Click" que podemos usar para tirar fotografias à distância, assim como fazer tocar um alarme para localizar o smartphone caso fique perdido algures


Outra coisa pouco comum, temos um superfície touch na traseira do N1 (ao estilo da PS Vita), que abre inúmeras possibilidades para a interacção com o equipamento - mas que teremos que esperar para ver como é usada pela Oppo no seu Android modificado com o novo interface "Color UI". E falando de Android... o N1 vai estar também disponível numa versão com CyanogenMod de origem (para além de uma em que os utilizadores poderão escolher entre uma ou outra ROM).

3 comentários:

  1. Estava ansioso por este, ou pelo Find 7, mas fiquei desiludido com o tamanho e preço... Vamos ver se as reviews me convencem a trocar o meu 4S por este.

    ResponderEliminar
  2. Viva

    Cada vez mais penso que o substituto do meu iPhone 4 será um primo chinês... ;)

    Sei que um device com o iOS é muito bom, mas um com uma Rom CyanogenMod também o é!

    ResponderEliminar
  3. Relativamente à câmara, apesar de não ser verdadeiramente uma invenção de agora, é óptimo ver finalmente uma inovação a nível de hardware num smartphone... e não acredito que tenha sido apenas para poupar meia dúzia de tostões na câmara secundária... :)

    ResponderEliminar

[pub]