2014/08/31

Vantagens das fotos em RAW vs JPEG


Quem compra uma máquina fotográfica digital arrisca-se a encontrar no meio dos menus de configurações a opção para fotografar em modo "RAW". Afinal... para que serve isto, para além de nos dar imagens num formato esquisito e de tamanho descomunal?

Para perceberem o que é o formato RAW poderão querer espreitar o nosso post sobre os sensores de imagem e o padrão bayer. A verdade é que a imagem que vêm surgir no ecrã da vossa câmara (ou o JPEG que transferem para o computador) "não tem nada a ver" com aquilo que o sensor da câmara capta.

Os dados que o sensor de imagem envia para o processador da câmara seriam autêntico lixo se exibidos directamente como imagem, e atravessam um complexo conjunto de processamento que se encarrega de fazer coisas como a remoção de pixeis danificados (preenchidos através da interpolação dos pixeis vizinhos); o "debayering" (que converte a grelha de pixeis coloridos para uma imagem final); correcção de cor (para que a imagem se pareça minimamente com aquilo que vemos); etc. É por isto que também as câmaras precisam de processadores poderosos para processar imagens com duas dezenas de megapixeis várias vezes por segundo.

Mas, se para a maioria das pessoas será suficiente guardarem as imagens processadas e comprimidas em JPEG; para outras... justifica-se optar pela opção RAW. O formato RAW guarda a informação original captada pelo sensor, sem qualquer processamento. E a sua grande vantagem é que isso permite que o fotógrafo possa afinar inúmeros parâmetros sobre a imagem, incluindo aplicar diferentes ajustes a diferentes partes da imagem. O resultado, como o GIF que temos a ilustrar bem demonstra, pode ser quase inacreditável.


2 comentários:

  1. Uma das vantagens que mais aprecio no RAW é alterar o White Balance sem perda de qualidade, pois na realidade o WB é apenas uma função em software aplicada durante a "renderização" da imagem.

    ResponderEliminar
  2. Não compro câmaras sem suporte RAW, já usei Reflex (dSLR) mas troquei por uma Olympus zx-2: hoje em dia as pequenas pro apresentam valores de brancos, cor, ruído, etc excelentes e lentes rápidas, que no meu caso o pequeno tamanho supera a vantagem da troca de lentes. Hoje em dia é raro usar RAW, os jpg da minha Olympus são fantásticos e onde outrora reinava o Photoshop, agora basta a câmara e as técnicas de foto para conseguir o efeito desejado.

    Claro que quem gostar de composição de fotos ou não tiver uma boa técnica de foto terá que usar RAW para melhores resultados.

    ResponderEliminar

[pub]