2014/09/09

Apple entra nas carteiras digitais com o Apple Pay


A par dos novos iPhone 6 esperavam-se novidades nos pagamentos digitais, e isso confirmou-se com o novo sistema Apple Pay.

As apresentações deste ano parecem marcar o início de um afastamento do prefixo "i" (para além disto ser Apple Pay e não iPay; também temos um Apple Watch e não um iWatch). Mas passemos ao que interessa.

Há anos que diversos intervenientes têm tentado revolucionar (ou simplificar) o sistema de pagamentos, mas até à data ainda ninguém o parece ter conseguido fazer ao ponto de se tornar "comum" entre os consumidores. A Apple quer agora tentar a sua sorte e tentar concretizar o que os consumidores esperam.


Na prática, o sistema resume-se ao que todos os outros prometem: tocar com o smartphone num terminal de pagamento e já está. O sistema usa o NFC em conjunto com o Passbook e elementos de segurança no iPhone, fazendo com que não haja um número de cartão de crédito nem código PIN que possa ser "roubado" no processo. Introduzir um novo cartão é tão simples quanto tirar-lhe uma foto (se funcionar tão bem como dizem. :)

Para além das compras nas lojas físicas, o Apple Pay também funciona nas lojas online, tornando extremamente simples o pagamento (ao estilo "one-click buy" para quem tiver tudo configurado na Amazon). Quer isto dizer que deixa de ser necessário ir buscar o cartão à carteira para introduzir os números e códigos de validação... e tudo fica mais simples.

Embora a Apple tenha feito parcerias com a AmEx, Visa e Mastercard (para além dos maiores bancos nos EUA), faltará saber quando é que isso se alargará a mais países - embora a Apple diga que está a trabalhar nisso com urgência (se for com tanta urgência quanto fazer uma Siri que perceba Português... bem podemos esperar sentados).

6 comentários:

  1. Isto é basicamente google wallet certo? é que vejo uns contentes com isto outros que dizem que google wallet nunca chegou a funcionar muito bem quanto a google quis...
    opiniões?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a ideia é a mesma. Só que o Google Wallet teve que enfrentar muitos obstáculos e mostrou as dificuldades de criar um sistema destes, e que a Apple conseguirá (vamos ver) ter superado - a que se soma também o extra de grande parte dos utilizadores Apple ter já um cartão de crédito associado às suas contas.

      De qualquer forma, a adopção do Apple Pay irá também servir para promover e acelerar a adopção do Google Wallet, pelo que será sempre vantajoso para todos.

      Eliminar
  2. Tiveram azar com o timming... A história das fotos das celebs no iCloud vem colocar de pé atrás muita malta: "se nem fotos sabem guardar, o que acontecerá com os meus cartões de crédito?"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Aqueles que eles já têm? :) (a maioria dos utilizadores já tem lá o cartão metido para compras na App Store/iTunes)

      Eliminar
  3. Estes sistemas são ficção científica cá em Portugal. E o pessoal que não tem cartões de crédito, mas usa sistemas tipo MBNet? Vamos estar sempre lixados né.

    ResponderEliminar

[pub]