2015/01/14

A distância ideal para os televisores Ultra HD 4K


Há muitas pessoas que ainda hoje consideram estranho querer-se um televisor com uma dimensões "desmesurada" (onde desmesurada é algo acima das 30 ou 40). É habitualmente o mesmo tipo de pessoa que ainda hoje continua a aplicar as mesmas regras sobre a distância ideal para o televisor que aplicava no tempo dos ecrãs CRT de baixa definição. Só que, como vamos ver... mudam-se os tempos, mudam-se as resoluções... e mudam-se as distâncias.

Muito se discute se há necessidade de ter uma resolução Full HD, ou até superior, num smartphone e sobre se esses pixeis serão realmente visíveis aos nossos olhos. A mesma exacta questão se aplica aos ecrãs dos televisores, e é por isso que com a mudança de resolução se torna indispensável ajustar os parâmetros da regra que dita a distância ideal.

Consideremos um ecrã de 50". Caso ele tivesse uma resolução de 480p (baixa-definição), a distância de visualização ideal seria de cerca de 5.44m. Mas se estivermos a falar de um ecrã com a mesma dimensão mas com resolução Full HD 1080p, a distância ideal já se reduz para os 2.13m. Suba-se a resolução para o Ultra HD 4K, e teriam que estar a 1.45m de distância do ecrã para poderem tirar partido de toda a sua definição.

Na verdade, se sentarem a mais de 3m de distância de um ecrã de 50", não tirarão partido de nada mais que uma resolução HD 720p; e a mais de 5.5m será o equivalente a terem um ecrã de baixa-definição

[tabela da Rtings]

Quer isto dizer então, que se tivermos um ecrã Ultra HD de 100" nos devemos sentar a 1.8m de distância do mesmo, como indica a tabela? Não, porque há outros factores a ter em consideração, nomeadamente o campo de visão que o ecrã ocupa, e que no caso do THX recomenda que fique entre um ângulo de 28 e 40º - e aqui já será uma questão de preferência pessoal: há quem prefira ter o ecrã a ocupar grande parte da sua visão; há quem prefira que o ecrã seja uma "janela" mais pequena que não ocupe tanto o seu olhar.

No fundo, acabará por ser esta preferência pessoal a ditar a distância de visionamento ideal para o vosso próximo ecrã, muitas vezes sendo também algo limitado pelo espaço físico disponível. No entanto, o que importa realçar é que não se deverão deixar guiar pelas velhas fórmulas de distância que ainda resistem do tempo dos ecrãs de baixa definição, e que não se deverão deixar assustar pela ideia de se poderem sentar a 2m de distância de um ecrã de 50" (mesmo que seja "apenas" Full HD).

3 comentários:

  1. Isto é um tema complicado para as pessoas normais...
    Sempre que me pedem opinião na escolha de uma TV nova, tenho dificuldades em convencer as pessoas que devem comprar uma TV um bocado maior do que estão a pensar... pois a pensam que sendo o ecrã é maior devem sentar mais longe, e não podem comprar um ecrã muito grande porque não cabe no móvel (que por acaso é onde estava um CRT e o buraco é mais fundo que largo) ou até porque fica mal numa sala pequena...a verdade é que mudar de 25" para 50" é um choque que não cabe na cabeça pre-formatada para 30" :)

    Mas infelizmente eu acho que o que dita o tamanho ideal do ecrã é mesmo os conteúdos que queremos ver, e digo infelizmente porque podem variar muito conforme o canal, a definição e até conforme o filme... há filmes feitos a pensar em ocupar uma grande parte do campo de visão que são para ser vistos em ecrãs grandes e onde a pessoa não deve estar longe do ecrã - como é o caso do cinema IMAX, estes filmes normalmente têm imagens mais estáticas onde a acção se passa apenas numa pequena zona do ecrã e o resto é para nos encher a visão periférica em que a pessoa consegue focar-se na zona de ação sem ter que saltar muito o olhar muito de um lado para o outro, claro que tem que ter mais definição para não se verem pixels gigantes e... as legendas estragam um pouco esta imersão, pois se é preciso varrer constantemente o ecrã de um lado para o outro com os olhos para ler, perde-se um bocado o filme, além das legendas serem uma aberração luminosa por cima da imagem que se for uma imagem escura pior um pouco (assim como os logotipos dos canais que também estragam a imagem e não só... mas isso já são outros 300).
    Mas se o filme tiver grandes agitações da camara (e há uma moda em algumas séries de filmar tudo sem tripé com alguma agitação da mão, talvez para dar uma sensação de mais dinâmica (ou mais stress) e com este tipo de conteúdos numa imagem gigante pode causar desconforto, tonturas ou mal estar.. claro que tendo um ecrã grande pode-se encolher a zona de imagem útil e ficar mais pequeno, aliás a maior parte dos filmes metem barras pretas em cima e em baixo que encolhem logo o tamanho do ecrã...
    Depois temos os 4 canaos nacionais que continuam a transmitir em baixa definição (depois de se ver o 720p, o 1080p e o 4k (UHD), os canais nacionais parece que são ULD - ultra low defenition, que desmoralizam um pouco quem vai ver um deste canais tendo investido numa TV nos ultimos tempos.. (ou melhor nos últimos 10 anos que deve ter sido quando cpmeçaram a chegar as TV's HD ao nosso mercado).
    Mas realmente quem vai comprar uma TV 4K e queira tirar partido de um pouco melhor definição que o 1080p, não faz sentido ir para tamanhos pequenos, a não ser que seja para usar como monitor de computador :) e aí já pode ser aceitável uma TV de 40" :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda dentro deste assunto, fui ver o Interestelar ao IMAX e já só havia lugares na 1a fila... pois... lá fui mas saí de lá coma sensação que não consegui ver o filme, pois além de me parecer que este filme tem muitas cenas com demasiada agitação para cobrir todo o campo de visão a mexer, as legendas obrigam a pessoa a olhar literalmente noutra direcção. E senti-me roubado ao pagar o mesmo que os outros pelos lugares na 1a fila... quando passam aqueles anúncios a dizer para não roubarmos um filme, eu acho que eles é que me roubaram aquele filme.

      Eliminar
    2. Ver filmes legendados na primeira fila de um cinema é como assistir a uma partida de ténis entre o Speedy Gonzales e o Flash (DC Comics) na lateral do court; suportam-se os primeiros 5 minutos, depois é sempre a sofrer.

      Eliminar

[pub]