2015/02/12

Cabo ethernet "audiófilo" por €9300 - mais uma "pechincha" a evitar


Não param de nos surgir "pechinchas", e desta vez temos que nos chega do sempre fértil campo dos produtos audiófilos. Se a questão dos cabos de áudio de qualidade audiófila a preços absurdos já dá suficientemente pano para mangas; o que dizer então de um cabo ethernet que promete incomparável qualidade sonora... por apenas 9300 euros?

Sim, todas as argumentações audiófilas parecem estar agora a alastrar-se ao mundo do digital, tornando as suas habituais descrições das suas propriedades quase mágicas ainda mais cómicas. No caso deste fantástico cabo ethernet de 9300 euros temos coisas como material de isolamento 100% sólido (nos cabos da concorrência imagino que usem isolamentos líquidos?) com um campo electroestático que garante a organização correcta das moléculas, ou a fantástica indicação das setas no cabo para que o mesmo seja ligado na direcção correcta!

Confesso que quando vejo coisas com estas, fico seriamente preocupado ao tentar imaginar se quem escreveu este tipo de descrições realmente o fez de forma convicta, ou se têm consciência que é um autêntico vendedor de "banha da cobra".

Um fenómeno que depois, infelizmente, é perpetuado por pessoas que dizem que conseguem ouvir as melhorias do som proporcionado por estes cabos...

Mas pronto... se quiserem gastar mais de 9000 euros em cabos, avisem, que eu arranjo aqui uns cabos com átomos cuidadosamente alinhados segundo o ascendente do vosso signo do zodíaco, e que garantidamente proporcionarão um maior campo etéreo-digital a todos os vossos dados digitais.

13 comentários:

  1. Esse parágrafo final está genial.

    ResponderEliminar
  2. Para o caso do cabo ethernet não chegar, há também cabos USB para ligar iPods e afins: http://www.amazon.co.uk/dp/B006ZZYK78/ref=cm_sw_r_fa_awdo_EJP2ub0DHR8BF

    ResponderEliminar
  3. Vou encomendar doisa cabos desses, mas em encomendas separadas. porque neste momento estou a usar um cabo fraquito e a fraca qualidade de transmissão que actualmente tenho pode conspurcar o cabo no momento da encomenda.
    Depois de receber o cabo, então irei encomendar o outro, e esse sim poderei usar para ouvir música com toda a qualidade desejada.

    ResponderEliminar
  4. Eu sou do tempo em que alguns cabos de média tensão tinham um isolamento em massa. Um fluído malcheiroso, escuro e que quando tinha fugas lá ia o cabo à vida (e a electricidade lá vinha a baixo com um curto circuito à maneira).

    ResponderEliminar
  5. Adorei este comentário:

    "Is the reviewer aware that digital data carried over a TCP/IP stream is subject to a parity check, and ergo, by design, it is literally impossible for the cable to alter the stream? If the cable did alter a bit, the parity check picks it up and re-requests it, leading to a bit-perfect representation on the other end. Additionally, any breakdowns that went uncorrected (say, from a severely failing cable) would result in complete breaks in the transit, making all the signal fail.

    For instance, when I copy 'War and Peace.txt' over an ethernet cable I get 'War and Peace.txt.' on the other end. Every letter is in the same place on both devices. If a failure does occur (say, a bad sector of the HDD made the file marginally corrupt on writing) then the failure would be obvious - whole sections of the book would become garbage. Random error doesn't produce random words any more than random error can "increase clarity".

    It doesn't subtlely re-write itself, so that the prose carries a little less emotion in certain sections, or events don't play out a little differently. To suggest that a completely random corruption could do so would be absurd, which is basically how articles like this look.

    I strongly urge anyone spending this amount of money on digital cables to instead spend the money on a basic networking course, so that you can come back to the page here and join in telling people why 010100 will always arrive as 010100 and any time 010100 arrives will sound identical to any other time 010100 arrives."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Discordo, com este cabo o 010100 fica mais bonito e as placas de rede gostam mais.

      Eliminar
    2. Opá, mas tu não vÊs... tens de experimentar... a tridimensionalidade do som, a robustez! ;)

      Eliminar
  6. quando uma coisa e boa e com qualidade comprovada todos os euros sao poucos.
    vou ja compar 2 um para estragar e outro para deitar fora.

    ResponderEliminar
  7. um dia sao baratos, mas esse parece ter virus

    ResponderEliminar
  8. o artigo mais divertido do dia :)

    ResponderEliminar
  9. Não percebem nada... Este cabo e tão bom que nunca mais vai ser preciso fazer qualquer retransmissão!! Mais, Até adivinha onde vão ocorrer os erros introduzidos por radiação cósmica compensa de modo a o sinal chegar correctamente do outro lado.

    ResponderEliminar
  10. Se o sinal fosse analógico, até podia dizer que talvez tivesse algum ganho de qualidade, como nos cabos de áudio com fichas banhadas a ouro. Se era perceptível ou não, isso era outra historia.
    Como o sinal é digital, os ignorantes que apoiam este sistema não fazem a mínima ideia do que falam, pois não percebem o que realmente é uma transmissão digital de sinal. Não faz sentido falar em qualidade e bits na mesma frase. Eles têm sempre a mesma qualidade :)
    Mas talvez um iluminado descubra um dia uns bits ou bitas mais giras que outras ou mais bem vestidos.
    Quanto à correcção/detecção de erros é feita nas camadas superiores, por software e firmware. Cabos a corrigirem erros? o.O
    Faz-me lembrar a estupidez de certos softwares de gravação de cds, que diziam "calibrar a cabeça laser" do gravador DVD em fim de vida, e miraculosamente conseguir que ele voltasse a gravar cds. Ou software de "regeneração" de bad sectors, pondo um disco rígido como novo.

    ResponderEliminar

[pub]