2015/07/31

Facebook já tem o primeiro drone voador para distribuição de Internet a 10Gbps


Da próxima vez que virem um OVNI a voar bem alto no céu... se calhar poderá ser um drone do Facebook que está a distribuir internet nessa região.

Em resposta aos balões do Google, o Facebook anunciou a sua intenção de usar drones voadores a energia solar para distribuir a internet pelo mundo. E agora que o Google já anunciou que irá começar testes em larga escala no Sri Lanka já no próximo ano, o Facebook parece querer demonstrar que não está a ficar para trás. O seu primeiro drone à escala real já está concluído, e vai também dar início à fase de testes no terreno já nos próximos meses.

Este "Aquila" melhor será descrito como uma asa voadora, com uma envergadura idêntica à de um Boeing 737, e que se poderá manter no ar por tempo ilimitado graças aos seus painéis solares. A ideia é levar estas aeronaves de 400Kg até aos 21 mil metros de altitude usando um balão, deixando-as de seguida voarem pelo seu próprio meio seguindo a rota que lhes for atribuída (ao contrário dos balões do Google, que tem que manobrar usando as correntes aéreas) aqui tem-se controlo activo e directo sobre os drones. Os drones poderão ascender até aos 27 mil metros durante o dia, enquanto recebem luz do Sol e recarregam as suas baterias; e durante a noite entrarão em modo de poupança de energia, planando sempre que possível e podendo baixar até aos 18 mil metros - repetindo este ciclo diariamente até que algo possa obrigar a uma aterragem.

O sistema de comunicação utiliza lasers e permite que múltiplos Aquilas expandam automaticamente a área de cobertura (cada um deles poderá cobrir uma área com diâmetro de 160Km) comunicando directamente entre eles. Também aqui o Facebook fez grandes avanços, dizendo que actualmente consegue manter ligações estáveis de 10Gbps por segundo!

No entanto, as intenções do Facebook não parecem ser a criação da sua própria rede de internet mundial, mas sim de disponibilizar a tecnologia para que operadores de telecomunicações ou até países, os possam utilizar para levar a internet a todas as áreas do globo. (Lá se vai a esperança de se poder ter internet gratuita oferecida pelo Facebook... :)

2 comentários:

  1. Fico na curiosidade de como essa velocidade é possível (se é que é a velocidade do serviço ou pelo contrário a capacidade de tráfego), quando "na terra" a fracções da distância a última grande novidade já "disponível" são os 600Mbit/s da Vodafone Portugal em 4G.

    Porém entendo que lazer é logo à partida um género completamente diferente.

    ResponderEliminar

[pub]