2015/09/13

A última fábrica de cassetes áudio


As cassetes áudio foram companhia constante para todos aqueles que já por cá andavam há três ou quatro décadas. Neste momento poderão não passar de uma curiosidade ou de uma relíquia desses tempos antigos, mas isso não impede que haja uma fábrica que ainda se dedique a fabricá-las... e com mais sucesso que nunca.

Nos EUA, a National Audio Company é uma das poucas fábricas que continua a fabricas cassetes de áudio, e não tem tido mãos a medir desde que as restantes marcas abandonaram este formato e migraram para os formatos digitais.

Há inúmeras coisas que hoje deixaram de ter significado, como rebobinar a cassete, virar a cassete, ou até a arte de fazer fast forward e conseguir acertar exactamente na música que se queria (quando calhava).

... Claro que as cassetes não se resumiam apenas à música. Os famosos jogos do ZX Spectrum e outros microcomputadores que recorram às cassetes como suporte físico para os seus jogos programas, e que tantas vezes nos faziam andar a afinar a cabeça do leitor/gravador para garantir que os tons estavam "afinados" para serem correctamente detectados.

Interrogo-me como é que alguém nascido nesta era digital, dos downloads e streamings e sem formatos físicos, olhará para estas relíquias de outros tempos. Se calhar até acham piada! :)


4 comentários:

  1. eu acho que tivemos sorte de passar por todas essas fases. os putos hoje em dia é tudo digital puro...

    ResponderEliminar
  2. O meu puto com quase 8 anos, olhou parar a fotografia e não sabia o que era...

    ResponderEliminar
  3. Ora aqui está a reacção dos miúdos à cassete (neste caso ao walkman que usa cassete) no famoso "Kids react"
    https://www.youtube.com/watch?v=Uk_vV-JRZ6E

    ResponderEliminar
  4. Há uma fábrica no Alto da Maia - Porto que ainda fábrica cassetes áudio, virgens, etc...
    é a www.edisco.pt
    Reportagem da fábrica feita pela SIC:
    https://www.youtube.com/watch?v=SzY1BbzCj7c

    ResponderEliminar

[pub]