2015/10/04

Operador Digicell quer bloquear anúncios na sua rede - a não ser que paguem


A guerra dos adblockers está para durar, e agora não temos apenas utilizadores e editores ao barulho, mas também os próprios operadores, que já começam a ver a oportunidade de também poderem ganhar algum dinheiro com tudo isto.

Numa altura em que os adblockers já começam a perder o factor novidade e a desaparecer do top de apps mais populares no iOS, a discussão ainda está longe de ficar terminada. Do lado do Google vai-se falando da necessidade de reequacionar toda a indústria publicitária, para tentar colocar alguma ordem e acabar com os exageros que levam a que os utilizadores sintam a necessidade de usar adblockers; enquanto do lado dos adblockers, tentam afastar-se da imagem de quererem fazer dinheiro deixando que alguns anunciantes paguem para que os seus anúncios não sejam bloqueados, deixando a decisão do que é publicidade aceitável a cargo de entidades independentes.

Mas há outros que não parecem ter problemas em assumir que querem fazer dinheiro com a publicidade, da pior maneira possível. A Digicel, operador de telecomunicações da Jamaica, diz que irá começar a bloquear publicidade na sua rede, a não ser que empresas como o Google e Facebook paguem para que essa publicidade seja apresentada aos seus clientes.

Ora, por muito que eu até pudesse concordar "na teoria", na prática parece-me o tipo de medida que será completamente inaceitável e que violaria as mais básicas regras da neutralidade da net, e de que os operadores não deverão interferir, de forma alguma, com os dados que passam nas suas redes. Embora a Digicel diga que qualquer cliente poderá optar por ter a ligação inalterada, não deixa de ser um mau precedente que poderá fazer com que outros operadores comecem a ficar com ideias idênticas, e daí, a um passo de se lembrarem que seria boa ideia cobrarem taxas extra pelo acesso a serviços específicos: pague apenas +$5 por mês para ter acesso ao Google!

Esperemos que tanto os serviços afectados como os próprios clientes reclamem ao ponto de fazer com que este tipo de táctica não seja sequer considerada...

1 comentário:

  1. Que legitimidade tem um operador para decidir se eu quero ver publicidade ou não?
    E se fizerem o mesmo com outros conteúdos?

    ResponderEliminar

[pub]