2015/11/30

iPhone 7 dirá adeus à ficha de 3.5mm para os headphones


Depois de terem feito uns pequenos avanços no sentido de se usarem headphones com ficha lightning, parece que para o próximo iPhone 7 a Apple se prepara para dizer o adeus definitivo à ficha de 3,5mm standard dos headphones.

A Apple já tem tradição no que diz respeito a cortar com tecnologia que considera ser antiga ou desadequada, e não se pode dizer que este (eventual) abandono da ficha de 3.5mm dos headphones fosse inesperado. Desde que a Apple lançou o novo conector Lightning que se começou a falar nessa hipótese, e já existem no mercado alguns headphones que lhe dão uso. No entanto, será uma mudança que terá certamente que enfrentar a fúria de alguns utilizadores.

Haverá utilizadores para quem a remoção da ficha de 3.5mm passará completamente despercebida, pois não a utilizam; para os que usam headphones ou receptores bluetooth, a alteração também não terá qualquer impacto. Mas para aqueles que gostam de usar os seus próprios headphones/earphones, esta mudança irá significar a necessidade de trocá-los ou, no mínimo, de terem que carregar um qualquer adaptador de lightning para ficha de 3.5mm.

Para além disso, se este desaparecimento da ficha permitirá à Apple poupar volume interno e provavelmente emagrecer o seu iPhone 7 ainda mais, há um outro pequeno pormenor que me parece que se poderá tornar mais constrangedor. De momento, é possível usar-se a ficha de 3.5mm para ouvir música enquanto se está a carregar o iPhone usando a ficha lightning; com esta nova opção, a utilização dos headphones lightning irá impedir que o mesmo esteja a ser recarregado - a não ser que use um qualquer (indesejado) adaptador adicional.

Bem... resta-nos a esperança de que finalmente a Apple permita o recarregamento wireless do iPhone... (mas com tanto desejo de o emagrecer ao máximo, não me parece que isso esteja na sua lista de prioridades.)

1 comentário:

  1. Infelizmente nunca achei a Apple disruptiva mas sim diferenciadora mas não no bom sentido, A Apple faz tudo o que pode para fazer coisas diferentes mas nunca a pensar na consumidor mas sim na diferenciação ou seja na incompatibilização com os demais. É a mesma técnica que levou a M$ onde está hoje. Não gosto de empresas destas.

    ResponderEliminar

[pub]