2018/01/28

Tesla em Autopilot choca com camião de bombeiros parado na estrada


A Tesla volta ao topo das notícias por maus motivos, desta vez com um caso de um Tesla Model S que embateu violentamente contra um camião dos bombeiros que estava parado na estrada, enquanto seguia em marcha controlada pelo Autopilot.

Felizmente desta vez não houve vítimas, mas o caso vem relançar novas dúvidas sobre a capacidade do sistema Autopilot da Tesla, por novamente falhar em detectar um veículo parado na faixa de rodagem. Do lado da Tesla a empresa está "salvaguardada", porque pode limitar-se a repetir até à exaustão as condições de utilização do Autopilot, que obrigam que o condutor continue a manter-se atento à estrada... embora seguramente possa ser criticada por não ter alertado o condutor atempadamente para um choque iminente.

Na verdade, o verdadeiro problema é que sistemas como o Autopilot da Tesla (e outros equivalentes de outras marcas) não estão concebidos para detectar obstáculos estacionários na estrada, situação que aqui ficou flagrantemente demonstrada.

Em sistemas que não utilizem LIDAR e tenham que se basear na informação de radar e visão, há que ter muito cuidado com aquilo que se considera um obstáculo, sob risco de poder causar violentas travagens falsas "sem sentido" que seriam potencialmente causadoras de acidentes - isto porque as estradas estão repletas de fontes de sinais conflituosos, como painéis na lateral da estrada (ou elevados sobre a estrada), veículos que podem estar na berma parados, ou até sinais que podem estar directamente à frente do veículo mas em que a estrada se bifurca poucos metros antes de se "bater neles".

As próprias marcas admitem e advertem para isso nas condições de utilização, referindo que o sistema é feito para seguir veículos que também estejam em movimento, e que poderá não detectar veículos estacionários - algo a ter em conta, para quem se sentir tentado a abusar dos sistemas de condução assistida!

2 comentários:

  1. Mais uma vez fica demonstrado que tal como a Tesla diz, temos que manter as mãos no volante e prontos a assumir o controlo da viatura a qualquer momento. É preciso não esquecer que o Autopilot da Tesla ainda é condução autónoma apenas NIVEL 2. Só quando chegarmos a nível 4 poderemos "deixar tudo" nas mãos do carro... ainda falta para isso acontecer.

    Sobre este incidente em particular, mais um "ponto" a favor do sistema LIDAR, que não é afectado desta maneira... para condução autónoma apenas câmaras não é suficiente digam o que disserem...

    ResponderEliminar
  2. É o que dá meter laranjas no volante...

    ResponderEliminar

[pub]