2018/02/07

Apple diz que iPhone X e iPhone 8 não vão precisar de throttling... ou quase


A Apple continua sem saber muito bem como lidar com a polémica do abrandamento secreto que fazia nos iPhones com baterias mais usadas, e agora volta a contradizer-se, dizendo que no iPhones X e iPhone 8 há "novo hardware" que evita o problema.

Com o mercado a esperar para ver que tal vão resultar as novas opções na próxima actualização do iOS, que parecem ter sido uma solução de completo desenrasque e muito pouco ao estilo da Apple (disponibilizar uma opção que potencialmente poderá fazer crashar os iPhones?) e enquanto nos EUA se vão somando processos de utilizadores contra a Apple, e noutros países organismos de defesa dos consumidores também exigem satisfações quanto ao abrandamento secreto feitos nos iPhones dos últimos anos; as preocupações alastram-se também a quem comprou os mais recentes iPhones 8 e iPhone X...

O problema é que a Apple, quando estava a defender este sistema de abrandamento, que afecta os iPhones SE, 6S e 7, referiu também que pretendia continuar a fazê-lo para modelos futuros, que implicitamente indicavam que também o iPhone 8 e iPhone X começariam a sofrer do mesmo mal assim que a bateria ultrapasse o nível de utilização que a Apple considera "aceitável".

Agora, a Apple muda a cantiga, dizendo que o iPhone X e iPhone 8 contam com "hardware actualizado" que permitirá uma melhor gestão do desempenho e evitar um shutdown indesejado.

Ora... este tipo de declarações é sempre bastante dúbia, pois acaba apenas por insinuar coisas sem dizer garantidamente o que fará ou deixará de fazer. Se por um lado a afirmação é feita de forma a implicitamente dar a entender que os novos iPhones não irão sofrer do abrandamento, o facto de referir se referirem a "gestão do desempenho" faz suspeitar que isso continue a ser feito. Tendo que adivinhar, o que me parece é que, em vez de limitar continuamente o desempenho a uma frequência reduzida (ainda ontem o meu iPhone SE estava a funcionar a 600Mhz em vez de 1853Mhz, ao ponto de até ao ligar/desligar dos botões do alarme se conseguir ver o processo de desenhar o botão na app do relógio - que é uma app do sistema) a Apple vá optar por fazer algo menos drástico, potencialmente abrandando o desempenho quando detectar um potencial pico de consumo, mas regressando a um estado de desempenho mais aceitável de forma progressiva.

Uma coisa é certa, faça o que fizer, é melhor que a Apple deixe bem claro que táctica está a utilizar, para não se arriscar a enfrentar nova polémica como esta, que seria perfeitamente evitável caso tivesse dito desde logo o que estava a fazer.

2 comentários:

  1. O meu Iphone 6 com este software está igual ao outro Iphone SE a nivel de velocidade e bateria !

    ResponderEliminar
  2. O meu iPhone 6S Plus por vezes parece um telemóvel com 20 anos...lento que se farta...às vezes só do swipe para mudar de ecran de aplicações parece que está em camera lenta.

    Para mim isto é uma desilusão, para mim Apple era significado de rapidez e confiança que o hardware e software que se estava a utilizar era do melhor que se podia ter no mercado e agora cai tudo por terra.

    No entanto so comecei a sentir esta lentidão na última actualização, até lá não notava quebras na velocidade.O meu iphone tem cerca de 2 anos de uso..

    ResponderEliminar

[pub]