2018/02/16

Facebook promove utilização do Onavo (VPN) para "maior protecção"


A questão da confiança e privacidade voltam a ser postas em causa com a app do Facebook a recomendar a utilização do serviço de VPN da Onavo (que lhe pertence), e que sido equiparada à instalação de verdadeiro spyware no smartphone.

Eu não chegaria ao ponto de dizer que utilização do Onavo é spyware, mas a verdade é que nesta fase nem eu me sentiria confortável a utilizar esse serviço, por pertencer a quem pertence (Facebook). Para quem por cá anda há algum tempo, poderá recordar-se que o Onavo ganhou popularidade ao ser um dos primeiros serviços que permitia aos utilizadores iOS terem uma contabilização dos dados gastos discriminado por app - isto numa altura em que o iOS estava longe de disponibilizar isso de raiz (o que felizmente, já faz). Essa contagem era feita através do reencaminhamento dos dados mobile através da VPN da Onavo, o que lhes permitia analisar o tráfego para fazer essa contabilidade discriminada... o que por um lado podia ser encarado com uma medida de segurança adicional - ao se usar uma VPN - mas simultaneamente também estando a ceder dados sobre a utilização que fazemos de cada app.

Ora, quando o Facebook comprou a Onavo, facilmente se imaginar em qual das componentes estaria interessado. Aliás, o Facebook já foi acusado publicamente de usar os dados obtidos pela Onavo para espiar os seus rivais. Pelo que este novo incentivo a que os utilizadores do FB usem o Onavo para "estarem protegidos" tem tudo para fazer tocar todos os sinais de alerta que possam existir.

É que para além de tudo o que o Facebook já sabe dos utilizadores ao usarem a sua app e serviço (e também um pouco por toda a web, por conta dos scripts de tracking que existem em todas as páginas que tenham botões de like), com o Onavo o Facebook passa a saber também o que fazem a qualquer instante com o seu smartphone, mesmo quando não estão a usar a app do Facebook - nomeadamente, se estão a dar mais / menos uso a apps concorrentes, e se isso será motivo para preocupação.


Por várias vezes já alertamos para o facto de que, se por um lado é cada vez mais conveniente usar uma VPN para se ter um acesso mais descansado aos dados quando se está fora de casa, há que estar consciente que a escolha desse serviço requer que se confie plenamente no mesmo. Para quem não estiver disposto a isso, talvez o melhor seja explorar a criação da sua própria VPN em casa, para aceder através dela mesmo quando está fora, e assim será menos uma incógnita na longa cadeia de variáveis que nos permitem estar ligados ao mundo.

... E principalmente, não estando a usar uma que nos é sugerida pela rede social que mais dados vai recolhendo sobre os seus utilizadores!


Actualização: o Onavo faz tracking dos utilizadores mesmo quando está desligado... pelo que deverão ter isso em consideração...

3 comentários:

  1. Ao usares um vpn e precisamente o contrario que procuras, estas entregar o ouro ao bandido!Totalmente spyware!

    Fico estupefacto como o Carlos as vezes aborda certos temas com uma leviandade , isto e mesmo que abrir as portas da sua casa para facekook espiar tudo que faz.

    Carlos quero mais revolta nisso estas a perder o focou pela liberdade , nao te esqueças quando for perdida nao tem volta a dar as pessoas ficam cegas tipo carneiros e tu vais dizer algo e tu que estas errado porque nao vais na corrente!

    Olha ve que video do Sinel no programa do uNas , sobre liberdades em Londres e mesmo no que europa se esta tornar..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que te estarás a esquecer de um "pequeno detalhe": é que só usa o Facebook quem quer; e também só quem quiser é que irá utilizar este Onavo.

      ... Não esquecer que os operadores também têm acesso a estes dados... e aí não há forma de evitar (bem, podes usar uma VPN, e voltamos ao ponto inicial anterior).

      Eliminar

[pub]