2018/02/21

PinMe descobre a localização de um smartphone sem usar GPS


Não permitir o acesso ao GPS já não é suficiente para garantir que uma app com más intenções não saiba por onde andam, com investigadores a terem demonstrado como uma técnica chamada PinMe pode ser usada para seguir smartphones sem recurso à localização via satélite.

O PinMe (pdf link) dispensa a utilização do GPS para descobrir a localização de smartphones Android e iPhone, optando por usar dados que estão disponíveis sem necessidade de permissões de segurança acrescidas. Para começar, o IP e rede WiFi nas proximidades são usados para determinar a localização aproximada do smartphobe; mas a parte curiosa consiste na utilização dos dados dos giroscópios, acelerómetros e barómetro (se disponível) para inferir o movimento do utilizador, "encaixando-a" em mapas do OpenStreetMap e também fazendo referência cruzada a mapas de elevação.

Mas o sistema não se fica por aqui, podendo também usar informação como a configuração automática do relógio a partir da rede móvel para determinar o fuso horário (e assim a localização no mundo); e dados como a temperatura, humidade e pressão para referenciar com o estado da tempo em diversos locais, para obter mais dados para validar o potencial local onde se esteja.

A ideia é simultaneamente assustadora - se a imaginarmos a ser utilizada para seguir pessoas sem o seu conhecimento nem consentimento - mas também inspiradora, já que também pode ser usada para fins benéficos. Por exemplo, imaginem-se todas as situações em que se pode estar sem sinal GPS (por exemplo, num túnel; ou numa situação onde não interesse estar a gastar bateria com o GPS ligado) e este sistema permitiria manter uma localização suficientemente fiável.

Mas uma coisa é certa... não dar permissões para aceder ao GPS, na esperança que isso impeça que uma app saiba onde estamos... é uma ilusão.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]