2018/04/01

Prazo para o Google Lunar X Prize chega ao fim sem vencedores


O prazo para chegar à Lua e receber os milhões do Google Lunar X Prize chegou ao fim sem que nenhuma equipa tivesse conseguido esse objectivo, mas várias continuarão a tentar.

O Google Lunar X Prize era o prémio que a Google tinha disponibilizado (numa fase em que parecia mais aventureira do que é hoje) para incentivar uma nova vaga de exploração espacial, desafiando equipadas privadas a criarem uma sonda e rover que pudesse aterrar na Lua e transmitir fotos e vídeos para a Terra. A primeira equipa a consegui-lo receberia 20 milhões de dólares... mas embora não faltassem candidatos, nenhuma o conseguiu fazer dentro do prazo estabelecido - que terminou ontem (31 de Março).

A tarefa não era fácil; das 29 equipas que se registaram para esta desafio, só 5 chegaram à fase final em que demonstraram terem contratos com empresas de lançamento capazes de fazerem chegar as suas sondas à Lua; mas infelizmente, ainda nenhuma delas tem um sistema pronto a ser enviado "neste momento"... embora algumas continuem confiantes que o conseguirão fazer durante os próximo anos.



A SpaceIL diz que o seu sistema estará pronto para ser lançado por um Falcon 9 da SpaceX antes do final deste ano; e a PT Scientists (um grupo alemão e não Português como o seu nome poderia fazer suspeitar), que conta com parcerias com empresas como a Audi, Vodafone e Nokia, espera lançar o seu em 2019 - com a curiosidade de criar a primeira antena 4G na Lua, para facilitar a comunicação com os seus dois rovers que andarão a explorar a Lua.

Embora o acesso ao espaço esteja agora na mão dos privados, graças a empresas como a SpaceX; ainda nenhuma missão privada (sem os bolsos fundos dos apoios estatais) chegou à Lua. Daí a importância de quem for "o primeiro" a fazê-lo... mesmo já não podendo contar com um prémio de 20 milhões de dólares para ajudar a adoçar o objectivo.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]