2018/05/07

AllCall Mix2 com reconhecimento facial


O Face ID da Apple no iPhone X veio reactivar o interesse pela tecnologia de reconhecimento facial para desbloquear um smartphone, e o AllCall MIX2 também adopta essa tecnologia.

Embora o Face ID da Apple tenha dado um salto tremendo em termos tecnológicos ao incluir todo um sistema de câmara 3D num módulo de câmara frontal capaz de funcionar num smartphone, muitas outras empresas se apressaram renovar os sistemas de reconhecimento facial para o fazerem da melhor forma possível. Hoje em dia, smartphones da OnePlus, Huawei, e agora da AllCall, podem ser desbloqueados de forma instantânea assim que se levanta o smartphone, sem qualquer incómodo adicional e até em situações de luminosidade bastante reduzida (ao ponto de por vezes, nem conseguir perceber como é que aquilo "me viu"!)

Mas o que é certo é que o sistema está a fazer uma verificação facial, facilmente comprovado ao passar o smartphone a outras pessoas... com ele a permanecer bloqueado.

No caso do AllCall MIX2 a marca optou por manter o sensor de impressões digitais a par do reconhecimento facial, assim permitindo um desbloqueio "2-em-1" conforme seja mais cómodo para o utilizador. Segundo a marca, o sistema de reconhecimento facial utiliza cerca de 1000 elementos faciais diferentes para fazer a validação correcta - mas como sempre, o verdadeiro teste de fogo será determinar se o sistema consegue ser ultrapassado com uma simples foto; motivo pelo qual o reconhecimento facial tinha caído em desuso antes da chegada do Face ID.

O AllCall MIX2 com 6GB+64GB está disponível nesta fase de pré-lançamento por $199.99 já com um carregador wireless F1 de 10W da AllCall, e também podem habilitar-se a ganhar um destes conjuntos na página oficial da marca.



1 comentário:

  1. O objetivo do Face ID não era - só - desbloquear o iPhone.
    Era criar um sistema muito mais seguro que o Touch ID, por exemplo, para autenticar pagamentos.

    Assim parece uma corrida - o que desbloquear mais rápido ganha :)
    Mas, a questão principal, é a da segurança.

    ResponderEliminar

[pub]