2018/05/07

Mensagem faz encravar Androids


Temos um novo bug que permite que uma mensagem possa encravar um smartphone Android... se o destinatário tentar tocar na mensagem.

O mundo mobile parece estar destinado a ser atormentado por mensagens com caracteres especiais que permitem encravar os equipamentos, e desta vez as vítimas são a maioria dos smartphones Android. A mensagem tem estado a circular no WhatsApp mas afecta praticamente todas as apps Android (com algumas excepções, como o Chrome), pois trata-se de um bug no motor de rendering de texto do próprio sistema. A mensagem desafia o destinatário a tocar num emoji... sendo que se o fizerem, se arriscam a ficar com o smartphone encravado e ter que o reiniciar.

A maioria das mensagens recorre a um emoji de um círculo preto, mas a verdade é que poderá ser um emoji ou qualquer outro símbolo, pois o bug não está na apresentação do emoji mas sim na interpretação de cerca de 2000 caracteres especiais Unicode invisíveis, destinados a definir a orientação do texto "da esquerda para a direita" ou da "direita para a esquerda".


Neste caso, estes caracteres baralham o sistema ao alternar de um modo para o outro continuamente... e fazem-nos pensar quem é que terá tempo livre suficiente para descobrir este tipo de coisas! :P

É esperada uma actualização da Google para rectificar este problema, mas uma vez que o bug não acontece na apresentação da mensagem mas apenas quando se toca nela, também não será tão incómoda quanto outros bugs anteriores, em que a própria apresentação de um determinado caracter poderia encravar um smartphone.


4 comentários:

  1. É o mesmo problema do caracter indiano (já houve outros) que crashava iPhones. Foi resolvido com actualização para o iOS 3.1.

    No caso do Android ... logo se vê :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No caso do Android é igual... Embora a nível das versões seja aquilo que se sabe, há que não esquecer que há muito que a Google "deu a volta" ao problema ao pendurar praticamente todas as funções do sistema nos "Google Play Services", que consegue actualizar através da Google Play Store e sem dependência dos fabricantes.
      É por isso que ainda hoje consegues ter um Android 4.x "funcional"... sem teres que te preocupar em ser hackado à primeira página que visitasses na net.

      Eliminar
    2. Oi ...
      "um bug no motor de rendering de texto do próprio sistema" - resolve-se com uma atualização do"Google Play Services", sem ser preciso atualizar o Android?
      Não sou entendido para dizer quer sim ou que não neste caso - mas tenho por certo que há bugs e vulnerabilidades que só se resolvem com uma atualização do Android e que o "Google Play Services" não chega.

      Eliminar
    3. Claro que sim, mas por outro lado estamos a falar de um sistema que não precisa de uma actualização completa do sistema para corrigir um bug na máquina calculadora... Nem tudo é mau na pastagem do outro lado da cerca. :)

      Eliminar

[pub]