2018/05/06

Redução de acidentes do Autopilot da Tesla posta em causa


O mais recente acidente fatal com um Tesla em Autopilot fez azedar as relações entra a Tesla as autoridades rodoviárias norte-americanas... e agora pondo em causa se realmente o sistema é assim tão eficaz quanto a Tesla gosta de dizer.

A NTSB norte-americana não gostou que a Tesla estivesse a atribuir publicamente a culpa ao condutor enquanto a investigação estava em curso, tendo-a removido das investigações (algo que a Tesla contrapõe dizendo que saiu por sua iniciativa antes de ter sido expulsa - mas que os relatos de que Elon Musk terá desligado o telefone na cara do responsável pela investigação demonstram o estado em que as coisas estavam). E desde então, Elon Musk vem dizer - como é costume - que as pessoas se deviam focar em tudo o que o Autopilot faz de positivo, ao evitar acidentes, em vez de nestes infelizes (e reduzidos) casos em que há vítimas mortais.

... Mas há quem contraponha que a eficácia do sistema Autopilot em termos de redução de acidentes é praticamente nula, ou pelo menos, suficiente para que a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), muitas vezes citada pela Tesla para validar este argumento, tenha vindo publicamente esclarecer que não avaliou a eficiência do sistema Autopilot da Tesla, e que por isso não deverá ser usada para "validar" isso, como a Tesla dá a entender.

Há também toda uma grande confusão em torno deste assunto que a Tesla parece não querer ajudar a deslindar. O "Autopilot" da Tesla engloba diferentes sistemas de segurança, como o sistema de travagem anti-colisão, o sistema de manter o carro na via (e que tradicionalmente se associa ao Autopilot), e outros. Destes, o sistema de travagem de emergência terá sido efectivamente capaz de reduzir o número de colisões; mas em termos do sistema de "condução"... isso já não será tão claro. E em nada ajuda o facto da Tesla se recusar a ceder dados que pudessem clarificar estas questões (já que, se há coisa que não faltam à Tesla, são dados sobre a utilização dos seus automóveis e de todo e cada acidente).

Se há casos onde deveria ser exigida uma transparência total, seria precisamente neste tipo de coisas. Esperemos que Elon Musk também venha a deixar os "amuos" de lado, e permita avaliar até que ponto o Autopilot da Tesla é bom... e em que pontos ainda tem que melhorar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]