2019/04/02

Míssil indiano coloca ISS em risco


O teste de um míssil anti-satélite indiano lançou destroços para órbitas que colocam em risco a Estação Espacial Internacional (ISS).

No seguimento do aumento da tensão com o seu vizinho Paquistão, a Índia achou que seria uma boa altura para demonstrar a sua capacidade bélica com o lançamento de um míssil anti-satélite que atingiu um satélite alvo numa órbita baixa - algo que até ao momento apenas estava ao alcance dos EUA, Rússia e China - mas gerando mais algumas centenas de destroços em órbita. O maior problema é que parte desses destroços foram enviados para órbitas bastante superiores, o que põe em risco a segurança de astronautas e a própria ISS.

O actual administrador da NASA, Jim Bridenstine, diz ser incompreensível como é que uma nação responsável cometeu tamanha atrocidade, e de que este tipo de comportamento não é compatível com o desejo de ter missões espaciais tripuladas. Segundo ele, este teste aumentou o risco de impactos na ISS em 44% durante os próximos 10 dias; enquanto do lado indiano, a posição é a de que "os destroços irão cair na Terra ao longo das próxima semanas, sem qualquer risco".

Actualmente, a NASA segue mais de 20 mil destroços em órbita com tamanho de 10cm ou superior, sendo que quase um terço deles foram causados por um teste idêntico realizado pela China em 2007, e por uma colisão de satélites de comunicações (da Rússia e dos EUA) em 2009. A única parte positiva deste teste da Índia, é que ao contrário destes que permanecem em órbita há anos, os destroços do teste indiano irão desintegrar-se na atmosfera num período bastante mais curto.

2 comentários:

[pub]