2020/05/14

MS começa a preparar fim do Windows 10 de 32-bits


A Microsoft deixou de disponibilizar a versão de 32-bits do Windows 10 para os fabricantes incluírem de origem nos seus computadores, sinalizando o início do fim para os 32-bits.

Algumas pessoas poderão interrogar-se porque motivo a Microsoft ainda disponibiliza uma versão de 32-bits do Windows 10, quando todos os CPUs da última década suportam 64-bits; mas seja qual for o motivo, isto ainda não sinaliza verdadeiramente o fim do Windows 10 de 32-bits. Por agora a MS está apenas a terminar a versão OEM do Windows 10 de 32-bits destinadas aos fabricantes, mas continuará disponível a versão de 32-bits destinada à venda directa ao público.

Esta medida poderá estar relacionada com as alterações que a MS fez aos requisitos mínimos dos sistemas no final do ano passado. Até então a MS indicava que o Windows 10 precisava de 16GB de espaço para a versão de 32-bits, e de 20GB para a versão de 64-bits; sendo que a partir desse momento o espaço mínimo passou a ser de 32GB independentemente de se tratar da versão de 32-bits ou 64-bits.

De qualquer forma, mesmo que a MS decidisse acabar hoje mesmo com o Windows 10 de 32-bits, todos os utilizadores que o têm nos seus computadores continuariam a contar com actualizações durante bastantes anos - sendo que a maioria deles poderia também optar por instalar a versão de 64-bits caso viesse a ser necessário.

1 comentário:

  1. Incrível. E pensar que a nova versão do Ubuntu (20.04) exige menos de 5 GB para poder correr em pleno...

    ResponderEliminar

[pub]