2012/10/31

Análise Philips Wake-Up Light



Fartos de acordar em sobressalto? Traumatizados pelo apitar estridente do vosso despertador? Cansados de acordar para uma rádio a debitar notícias da crise e da austeridade? Hoje, trago-vos a solução para todos estes problemas, e que vos permitirá encarar cada novo dia com um boa disposição que afastará todos os pensamentos negativos. (Agora que penso nisto, acho que devia ser o tipo de equipamento obrigatório para todas as pessoas que têm que lidar no atendimento ao público... para evitar aquelas caras carrancudas que por vezes parece que lá estão apenas para nos arruinar o dia.)

Os despertadores Wake-Up Light da Philips não são uma novidade, e já por cá andam há alguns anos. O seu princípio é bastante simples: simular o nascer do sol, com uma luz que vai aumentando gradualmente de intensidade, e assim proporcionar um acordar perfeitamente natural. (Num dos seus vídeos publicitários, a Philips chegou mesmo a usar o sistema para enganar um galo, que cantou "fora de hora" por pensar que era mesmo a alvorada.)


Philips Wake-up Light



Mas esta nova geração de Wake-Up Lights - como esta HF3520 - torna-se ainda mais atractiva pois abandona as lâmpadas tradicionais e passa a usar tecnologia LED. Desaparecem assim os problemas que alguns modelos anteriores tinham, de gastar rapidamente as lâmpadas, passando a oferecer uma longevidade praticamente "para toda a vida".


Para além disso, em vez de uma simples "lâmpada" a subir ou descer de intensidade, neste novo Wake-Up Light a utilização de LEDs permite fazer uma simulação bem mais real do nascer e do pôr-do-sol, com a própria tonalidade da luz a mudar entre o vermelho, alaranjado, amarelado, e o branco.


Embora possa parecer ter um formato "estranho", este Wake-up Light acaba por oferecer algumas vantagens. O seu design redondo faz com que seja fácil limpá-lo, sem recantos onde se possa acumular o pó.

Para além disso, as pequenas aberturas para dissipação do calor dos LEDs (nada que chegue a ser incomodativo) estão muito bem dissimuladas, quase nem se fazendo notar.



A nível de botões de uso frequente, encontram-se no robordo deste Wake-up light, com botões para activar/desactivar dois alarmes independentes, ligar/desligar a luz e ajuste do seu brilho, ligar/desligar o rádio e volume, e ainda um botão de "sleep" para desligar a luz e rádio ao fim de alguns minutos (programáveis).



Já na parte frontal, temos direito a um pequeno display que se esconde por detrás do plástico translúcido, acompanhado por quatro "teclas" sensíveis ao toque e que se activam quando aproximamos os dedos. (Esta detecção de toque também é usada para fazer o snooze e adiar o despertar por mais 9 minutos, caso o a desejem - bastando tocar nele).


A nível de programação/utilização, não há nada de complicado... depois de se programar a hora inicial e duração do período de "nascer do sol" (30 minutos sendo uma boa opção) é só escolher se querem acordar ao som da vossa estação de rádio preferida, ou usando um dos vários sons "naturais" à escolha: como as ondas do mar, pássaros a chilrear, etc. (há cinco ambientes sonoros à escolha).





Apreciação Final


Já tinha ouvido falar bem dos Wake-up light, e o facto de usar a luz para acordar em vez de um som de alarme foi algo que sempre me pareceu ter lógica (desde bem antes de haverem estes Philips).

Cheguei a fazer experiências com o abrir dos estores automaticamente e gradualmente durante a manhã, mas o barulho dos motores fez com que tivesse que esquecer isso. E para fazer com a iluminação do próprio quarto, via X10 ou outro meio, obriga a que exista um interface simples para que se possam alterar os horários e as excepções a cada dia que passa... coisa que nem sempre é prática de se fazer.

Este Wake-up light resolve tudo isso, num "pacote" que é só comprar e pousar na mesinha de cabeceira. Ligar e desligar cada alarme é feito de forma simples, e mesmo que tenham que alterar o horário, é coisa que se faz igualmente em segundos (sempre que ligam um alarme, ele fica a piscar a hora durante alguns segundos, dando também oportunidade para o alterarem no momento)

Um factor que também tem que ser levado em consideração é o preço. Estes novos modelos LED estão actualmente disponível nas lojas com preços na casa dos 110€, o que poderá ser um pouco elevado... mas, não se esqueçam que permite também substituir a vossa "luz de cabeceira" para leituras nocturnas, por exemplo.


Destaque especial para a qualidade da luz. Sendo eu bastante esquisito quanto ao "flickering", fiquei surpreendido ao verificar que todo o processo de transição lenta entre o apagado/iluminado, assim como o do nascer do sol ou pôr do sol (quando usam o "sleep") ser... perfeita. A iluminação muda de forma progressiva e sem ser notório qualquer salto na luminosidade.

Ter também em atenção que a cor da iluminação quando estão em modo manual, ou nos modos de "acordar/adormecer" é diferente. Quando estão com a luz controlada manualmente, têm uma luz branca e agradável para leitura; quando se trata da luz para acordar/adormecer, este HF3520 simula os tons alaranjados e avermelhados do Sol.

A única crítica que tenho a apontar a este Wake-up Light é o facto de que quando se desliga manualmente o rádio, este cortar imediatamente o volume, em vez de o fazer com um efeito de "fade-out", como acontece com a luz. É um mero detalhe insignificante... mas é realmente a única crítica que tenho a fazer.


Mas... afinal, qual o efeito prático de tudo isto naquilo que realmente interesse: o despertar todas as manhãs?

Simplesmente... fabuloso. Bastará dizer que em vez de acordar sobressaltado com o volume do rádio ou um alarme estridente, agora acordo "naturalmente" a cerca de metade do ciclo do "nascer do sol". Ou seja, ainda não aconteceu ter que acordar com o som do despertador - nem dar uso à função de snooze, que permite adiar o despertar por mais alguns minutos, bastando "tocar nele".

Sou também grande fã da função de sleep, que vai diminuindo a intensidade gradualmente - como o pôr do sol - quando se deitam... e que, pelo menos para mim, faz uma enorme diferença para um adormecer mais natural.

É incrível a diferença que se nota logo a partir dos primeiros dias... e o mais difícil será imaginar como se conseguiu viver até ao momento sem um Philips Wake-up Light na mesa de cabeceira. Recomendo seriamente este HF3520 para todos os que diariamente se torturam com os seus actuais alarmes despertadores; e acredito que depois de mudarem para um... me vão agradecer pela mudança que representou nas vossas vidas.


Philips Wake-up Light HF3520


Prós 
  • Acordar natural com simulação do nascer do sol (a adormecer com pôr do sol)
  • Substitui rádio despertador e iluminação de cabeceira
  • Luz agradável e com transições super-suaves (e longevidade LED)
  • Sons "naturais" para quem não gostar de alarmes/rádio


Contras
  • Preço 

6 comentários:

  1. alguem sabe me dizer onde encontro esse simulador em Toronto

    ResponderEliminar
  2. Possuo um wake-light dos antigos e estou bastante satisfeito, a experiência de acordar é fantástica quando comparada com o normal toque do despertador... mas não impede que certas manhãs se diga mal do mensageiro...

    ResponderEliminar
  3. Olá! Onde posso encontrar este modelo especifico em Portugal?

    ResponderEliminar
  4. Como posso adquirir um wake-up ligth no Brasil especificamente em Brasília?

    ResponderEliminar
  5. Como posso adquirir um wake-up light no Brasil em São Paulo?

    ResponderEliminar

[pub]