2016/02/21

Ex-CEO da VW saberia do caso dieselgate desde 2014


O caso dieselgate da VW continua a revelar informação bastante complicada para os gestores da marca, como documentos internos que parecem mostrar que o seu CEO, Martin Winterkorn, teria conhecimento da situação desde 2014.

Martin Winterkorn rapidamente se apressou a abandonar o cargo depois do escândalo estourar, mas sempre se manteve firme na sua posição de que estas alterações teriam sido responsabilidade de um pequeno grupo de engenheiros, sem que ele e as restantes chefias, soubessem do que se passava. Mas agora documentos internos da VW vêm revelar que já em Maio de 2014 lhe tinha sido dito que o sistema de esconder as emissões fora descoberto e que isso iria causar grandes problemas.

Problemas que conseguiram ir sendo adiados, até finalmente o caso estourar... mas com o seu ex-CEO a ter sempre negado ter conhecimento do sistema.

Com o caso a estar ainda sob investigação, espera-se que estas novas informações possam servir para trazer à justiça todos os responsáveis. Curiosamente, mesmo que mentir ao governo e autoridades possa não ter grandes penalizações, Winterkorn poderá ter maiores complicações a justificar-se perante os accionistas, pois o mesmo estaria obrigado - por lei - a informá-los sobre todos os potenciais problemas que pudessem afectar o valor das suas acções.

... Vai ser interessante ver que tratamento lhe irá ser dado.

1 comentário:

  1. Em suma prejudicou a empresa, ao não resolver um problema e apenas o empurrar para a frente e ainda saiu de lá com uma indemnização choruda...

    ResponderEliminar

[pub]