2016/02/17

UK continua guerra contra sites pornográficos - agora com validação de idades "a sério"


O Reino Unido parece continuar numa cruzada pela moralidade e bons costumes, e depois do sistema de filtragem e censura aplicado pelos próprios operadores, avança agora com requisitos de validação de idades mais a sério para sites de conteúdos para adultos.

Não é nenhum segredo que os sistemas de validação de idades usados na internet, em sites de conteúdos para adultos (mas não só - também se aplicam a coisas como um simples vídeo de um jogo considerado mais violento) são uma verdadeira palhaçada. Em muitos casos essa verificação limita-se a apresentar dois botões com um "Sim, tenho mais de 18 anos", ou então a perguntar a data de nascimento, que prontamente é resolvida com a escolha de um qualquer ano de nascimento ao calhas, que seja suficiente para passar a validação.

É algo que parece não ser suficiente para o governo britânico, que agora quer exigir medidas de verificação mais realistas - mas, como já estamos habituados, sem referir concretamente o que pretende.

Ou seja... para um site poder fazer uma verificação real da idade de um utilizador, será necessário que este forneça algo como um cartão de crédito, ou outro dado apenas disponível a pessoas com idade superior a 18 anos. Mas, ao faze-lo, também está a impedir que um utilizador possa aceder a estes sites de forma privada e anónima. E claro que também se terá que pensar nas óbvias consequências de tal medida, que rapidamente serão contornadas de mil e uma formas (por exemplo, com a utilização de dados falsos ou de logins partilhados.)

De qualquer forma não deixa de ser preocupante quando vemos países ditos democráticos preocuparem-se mais em limitar aquilo a que os seus cidadão poderão ou não aceder, do que a garantirem condições para que os cidadão possam ter uma educação e ética suficiente para decidirem por si próprios.

3 comentários:

  1. ou seja, agora os miúdos já nem uma Segóvia de geito podem tocar... estes ingleses são chatos como o raio

    ResponderEliminar
  2. O Cameron ate esta a fazer um bom trabalho mas e de direita.

    ResponderEliminar

[pub]