2016/03/28

Apple prepara iPhone "Pro" para 2017 com ecrã AMOLED curvo?


Agora que já conhecemos o iPhone SE, há quem se foque já em tentar adivinhar aquilo que a Apple preparará para o próximo ano, e diga que será um iPhone radicalmente diferente e que regressa ao vidro em vez do alumínio.

Os iPhone 6S são modelos que já não impressionam face a modelos como o Galaxy S7 da Samsung, onde encontramos excelente qualidade de materiais e de construção, e onde a Apple fica para trás em praticamente todos os aspectos (resolução, carregamento wireless, à prova de água, etc. etc.) O facto do iPhone SE vir também mexer no preço (nos EUA passa a ser o iPhone mais barato de sempre - o que adquire relevo especial quando se considera que, para todos os efeitos, é equivalente a um iPhone 6S em ponto pequeno) mostra que a Apple está consciente que está num ponto de viragem onde já não pode atacar só pela imagem de marca com os preços elevados.

O iPhone 7 (se vier a mantiver a numeração) terá que trazer grandes novidades para manter a tradição de sucesso da marca... mas há analistas que dizem que a Apple prepara já um iPhone "premium" para 2017, para complementar a oferta no outro extremo da escala de preços - ao estilo do que o iPad Pro veio fazer nos iPads.

Será supostamente um modelo que regressará ao vidro, o que não seria novidade na marca - e bem se sabe que a Apple há muito que desejava ter transitado para o vidro safira, mas cuja aposta nessa vertente acabou por se revelar num enorme falhanço, com a empresa responsável a não cumprir com o que tinha prometido - e também passará a utilizar os ecrãs AMOLED, também desejados pela Apple mas que até ao momento não tem sido feito por falta de capacidade de produção dos seus fornecedores. Se a Apple decidir lançar um iPhone "Pro", esta opção passa a ser mais viável, assumindo que o seu preço garantirá que o volume de vendas vá ser inferior ao dos iPhones "normais" (se bem que, pode ser acontecer como no Galaxy S6, onde o público preferiu o modelo Edge e apanhou a Samsung de surpresa e com dificuldade em produzir ecrãs que dessem resposta às necessidades). E, não nos podemos esquecer que ainda aguardamos por um smartphone que abdique das margens em todos os lados, oferecendo um ecrã a ocupar 100% da superfície frontal... sendo algo que, pelo seu carácter de produto experimental, se adequaria que nem uma luva a um iPhone ainda mais exclusivo.

Mas... 2017 está ainda muito distante, e muito pode mudar até lá. Fico mais curioso para saber o que a Apple nos irá revelar a nível de novos iPhones no final deste ano.

2 comentários:

  1. Última cartada digna desse nome, por parte da Apple, foi o iPhone 6/6Plus.
    Mudança de design, aumento substancial de performance e um produto que cativou.

    6S/6S plus: mais do mesmo (com o 3D Touch) e ultrapassados pela concorrência.

    5SE, tentativa de agradar e faturar (ao máximo) sem qualquer inovação com um investimento mínimo..., carcaça já existente, bem como o hardware (mestres...).

    O 7 será um produto saído do limbo em que se sentirá a estagnação dos designers da casa.

    Penso que só o 8 irá ser realmente think-diferent...
    Posso estar enganado, claro.

    Apesar de gostar dos produtos da marca e depois de ter tido o 3g, o 4 e o 5s, mudei de Força há +- 2 anos..., ainda não me arrependi..., nem fui seduzido... ;)

    ResponderEliminar
  2. http://exameinformatica.sapo.pt/noticias/hardware/2016-03-28-Proximo-iPhone-vai-ter-carregamento-wireless

    ResponderEliminar

[pub]