2016/03/25

O mito de matar as apps da memória para poupar bateria


Talvez façam parte do grupo, ou conhecem quem faça: as pessoas que obsessivamente se preocupam em matar todas as apps que o seu smartphone mostra estarem na memória; pensando que assim melhoram a autonomia e o desempenho. Infelizmente... a realidade é precisamente o oposto.

Os sistemas operativos são sistemas bastante complexos, cuja complexidade se multiplica ainda mais quando se começam a executar apps adicionais. Como em tudo, haverá apps mais gastadoras de recursos, outras menos; apps que estão bem programadas, apps que estão mal programadas; etc. Mas, assumindo apps idênticas, o processo de as remover da memória não tem qualquer benefício - podendo acabar por ser prejudicial.

Tal como acontece num computador desktop; não existe qualquer benefício em ter gigabytes de RAM onde a maior parte dessa memória está "livre". Num smartphone, uma app que ainda esteja em memória, em estado suspenso, não tem qualquer impacto negativo na autonomia ou no processamento, significando apenas que pode ser activada a qualquer momento sem que tenha que ser novamente lida da memória flash.

Haverá casos excepcionais, onde possa haver necessidade de "matar" uma app mal comportada, mas na grande maioria dos casos será melhor confiarem que o sistema é capaz de fazer a gestão mais acertada da memória que tem disponível (não havendo bugs) incluindo usá-la ao máximo para aquilo que achar importante.

7 comentários:

  1. bem é fazer o teste
    Telemóvel com app do facebook instalada e activa e nc a utilizar e o mesmo tlm sem essa mesma app e vejam quanto tempo mais de bateria ganham.

    ResponderEliminar
  2. Acho que as apps que recorrem ao processamento gráfico como os jogos já é outra história e essas eu noto diferença depois de serem fechadas, depois existem aquelas que estão ligadas à net como o popcorn e podem congestionar a ligação mas isso é outra história.

    ResponderEliminar
  3. Interessante, mas:

    -> as apps estão na memória para o efeito de abrir a app seja instantânea e assim evita-se o tempo de carregar a app para a memoria ram.
    Contudo, actualmente as memórias ROM/RAM estão rápidas.
    ->as memorias ram são voláteis, sem energia perde a informação. Logo, se tiver 2024MB ocupados ou 300mb ocupados a quantidade de energia necessária é diferente.
    ->se forem ver os programas, pedem permissões e algumas delas obrigam a ciclos de relógio do CPU para executar instruções que a APP requer. Uma delas é o: wake up. Se a APP a tiver, como o facebook, vai sempre activar o CPU e logo gasta energia.

    Por fim, com o greenify(hiberna APP) e doze(fecha qualquer APP aceder à internet) podem fazer experiências.

    Em todos os smartphones que optimizei bateria, consegui um aumento substancial.

    De modo que a presente notícia não têm substância aceitável nem positiva. :-D

    Contudo o presente site É MUITO bom, e espectacular. Obrigado pelo vosso excelente desempenho e dedicação na partilha de informação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, indo ponto por ponto:
      1) as ROM/RAM são rápidas actualmente, mas a memória RAM é várias ordens de magnitude mais rápida que a memória Flash ("ROM")
      2) para um chip RAM, é irrelevante guardar apenas 1 byte ou "1 Gigabyte" em termos de energia, os ciclos de refresh mantêm o estado de toda a memória e não apenas secções individuais (isto é algo que poderia ser diferente, mas até ao momento os ganhos parecem não compensar a complexidade acrescida de hardware/software).
      3) uma app "suspensa" não gasta ciclos - e mesmo que quisesse gastar, cabe ao gestor/kernel decidir se lhes atribui importância ou não. É por isso que com o doze mode se pode ganhar autonomia acrescida no Android M, pois "meteu-os em ordem" e só os vai processar quando acha que o deve fazer.

      4) Sim, claro que toda e qualquer app mal programada - e infelizmente há muitas - deita por terra qualquer sistema, pois pode requisitar processamento em background que vai ter impacto adverso, e que pode obrigar ao recurso de apps extra para as meter em ordem. :)

      Mas, a recomendação continua a ser válida: os utilizadores deverão deixar que seja o kernel/sistema a fazer a gestão de tudo isto, e evitar andarem a matar apps por matar (sendo que haverá sempre situações onde tal possa ser necessário, mas por culpa de ser uma app mal programada...)

      Eliminar
    2. Olá,
      Obrigado pela partilha de experiência e conhecimentos.
      Sua resposta agora estava mais bem fundamentada. Assim enriquecia o artigo.
      Eu por experiência, em várias marcas e desde Android 2.3(Sony experia wt19i) até jiayus3(Android 5.1), e vários modelos smartphones, sempre desinstalei o máximo que podia de app's(pois o Android ao iniciar abre também os APP para a RAM). Depois complementei com greenify e recentemente doze(no Android 4.4 e 5.1).
      O preço a pagar, tem de ser o utilizador a ir à APP para ser actualizar pois deixa de haver notificações. :-) Aqui facebook já vou pelo Chrome :-).
      Nas pessoas que fiz, basicamente no geral só querem SMS, telefone e câmara. :-)
      No meio caso, uso smartphone com 2 chips, internet e telefone. No que faço as baterias mal chegam ao fim da tarde. Com o que há falei, quase confortavelmente o aparelho chega com bateria até ir para cama.
      A minha mulher, huawei g300, Dura 4/5 dias.
      Boa páscoa. :-)

      Eliminar
    3. Sim, o caso do Facebook já foi por cá falado por múltiplas vezes:
      http://abertoatedemadrugada.com/2016/01/trocar-app-do-facebook-pela-web-e.html

      Infelizmente há apps que obrigam a que se tomem esses passos "manuais" para garantir que se comportem bem; mas o ideal é que sejam os developers a corrigir os problemas e fazer as apps como deveriam ser, e não que tenham que ser os utilizadores a fazê-lo à força.

      Eliminar
  4. Sim, foi o seu artigo que decidi de uma vez ir ao facebook via browser.

    Resumindo, matar APP, não é muito correcto.
    Ideal será desinstalar as APP's o que não se usa, e assim já liberta alguma possível APP mal desenvolvida a fazer coisas às escondidas. Com root, limpar lixo de fábrica. :-)

    ResponderEliminar

[pub]