2016/04/30

Transístores de papel portugueses finalistas no European Inventor Award 2016


O European Inventor Award 2016 visa premiar os melhores inventores europeus, e este anos estamos muito bem representados pela dupla Elvira Fortunato e Rodrigo Martins, inventores dos transístores de papel.

A invenção não é recente (já em 2008 falávamos disto) mas desde então têm sido vários os avanços que vão permitindo aproximar esta invenção das aplicações comerciais práticas. As potencialidades para microchips feitos em papel são imensas, sendo que uma das componentes que não pode ser ignorada é a ambiental.

O fabrico de chips tradicional, em silício, é um processo bastante ineficiente onde cerca de 80% do silício é perdido durante o processo de purificação, e onde se utilizam gases extremamente nocivos para o ambiente como o sulphur hexafluoride - o mais potente contribuidor para o efeito de estufa, em que um única tonelada deste gás equivale a 25 mil toneladas de CO2. Os chips em papel certamente não irão substituir o silício em todas as aplicações, mas mesmo que o fizessem para apenas 5% dos produtos, já representaria um impacto (positivo) significativo.

Se acharem que a ideia é merecedora, não deixem de contribuir com o vosso voto para trazermos este prémio para Portugal.


(Outro dos finalistas é o inventor de uma turbina sem pás para a hidrogeração de energia.)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]