2016/07/21

Autoridades encerram KickassTorrents (KAT) e prendem o seu dono - com ajuda da Apple


Com todos os processos contra o PirateBay o KickassTorrents ascendeu ao topo da tabela de sites de torrentes mais populares, mas a sua era chega agora ao fim, com a captura do seu dono e apreensão de vários dos seus domínios.

Quem estivesse habituado a recorrer ao KAT.cr para procurar os conteúdos que desejava, passará a deparar-se com... nada. As autoridades prenderam Artem Vaulin na Polónia, um Ucrâniano de 30 anos identificado pelo governo dos EUA como sendo dono e gestor do site KickassTorrents. Em simultâneo, foram apreendidos diversos domínios do site, pelo que não será certo se o site conseguirá sobreviver a esta ofensiva das autoridades.

Este será certamente um caso que as autoridades quererão transformar em exemplo para outros, e será de esperar que exijam indemnizações recorde e uma pena de prisão que desincentive outros de se aventurarem no mesmo tipo de actividade. Nos documentos do processo é descrito como as autoridades chegarem até ao (alegado) dono do site, primeiro tendo-o abordado com o "isco" de quererem comprar publicidade no site e assim conseguindo acesso a uma conta bancária; e - num detalhe que certamente irá fazer correr muita tinta - é dito que a identificação também foi facilitada pela Apple, que cedeu o IP do utilizador "tirm@me.com" e que esse mesmo IP terá sido usado para entrar na conta de Facebook do KAT nesse mesmo dia, assim servindo para comprovar que o utilizador seria de facto o responsável pelo site.

Será um caso para seguir com atenção ao longo dos próximos meses (anos?) - mas não será preciso ter dotes de adivinhação para prever que, tal como no passado aconteceu com o The Pirate Bay, o desaparecimento do site mais popular de torrentes apenas fará com que outro ascenda para ocupar o seu lugar.

4 comentários:

  1. E muito provavelmente, tal como o TPB será por algum tempo... eu não acredito que o KaT termine aqui... a ver vamos...

    ResponderEliminar
  2. Carlos, prender com que acusação?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá para ver na imagem: "conspiração para lucrar com obras das quais não tinha os direito de autor para disponibilizar; violação de direitos de autor", etc. etc.

      Eliminar
    2. Mas ele tinha alguma dessas obras em sua posse?

      Eliminar

[pub]