2016/07/20

Twitter cala Milo Yiannopoulos


Depois de inúmeras polémicas e suspensões temporárias, o Twitter cancelou definitivamente a conta de Milo Yiannopoulos, um comentador conhecido por fomentar polémicas raciais, e que recentemente direccionou um ataque racial no Twitter contra a actriz Leslie Jones, uma das protagonistas do novo filme Ghostbusters.

Encontrar um equilíbrio entre a liberdade de expressão e o abuso dessa liberdade (e a censura) não é simples, mas Milo Yiannopoulos é uma criatura que parece estar disposta a levar isso aos limites. No Twitter, frequentemente dava uso aos mais de 380 mil seguidores que tinha, incentivando-os a perseguir e chatear os seus opositores - e foi precisamente isso que voltou a fazer contra Leslie Jones, uma actriz negra, que não deixou de perguntar ao Twitter se era este o tipo de comportamento que desejava para a sua rede.

A resposta do Twitter foi a suspensão definitiva da conta de Milo, justificando a decisão não pelo tipo de coisas que Milo escrevia, mas sim por os seus comentários irem contra as regras de utilização de serviço, que proíbem o abuso sobre outros utilizadores (ou o incitamento ao mesmo). Da outra parte, Milo caracteriza isto como sendo uma confirmação de que o "Twitter é um espaço para terroristas muçulmanos e extremistas dos direitos raciais dos negros", que "isto significa que os conservadores estão a ganhar a guerra" e que todo o incidente só o ajudará "a ganhar ainda mais fãs" - coisa que, lamentavelmente, até é capaz de acontecer.

... Não é nada simples isto de querer garantir a liberdade de expressão, quando essa liberdade é utilizada para fins abusivos ou que promovam uma visão profundamente tacanha e racista do nosso mundo.

13 comentários:

  1. Acho o milo fantástico, e as redes sociais são poderosas ferramentas de engenharia social

    ResponderEliminar
  2. Acho o milo fantástico, e as redes sociais são poderosas ferramentas de engenharia social

    ResponderEliminar
  3. O Milo deu a entender que a actriz em questão é gorda, isso faz dele, no limite um sujeito observador mas com poucas skills sociais. Mas e a pessoa que abriu queixa contra ele é o quê, depois de escrever isto tudo?

    https://postimg.org/image/6zixmuje9/

    AADM, um pouco mais de rigor naquilo que escrevem por aqui.
    De um leitor assíduo e com os meus cumprimentos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo ela humorista, preta e mulher, tem carta branca para tudo, já o outro que é branco e de direita, simplesmente foi corrido.

      Eliminar
    2. Vitor, falas em rigor e depois colocas apenas um lado da questão (ao bom estilo que o Milo muitas vezes faz)? Por algum motivo nem coloquei a (longa) sequência de tweets que levaram a este caso, para que os interessados possam ir explorá-los e tirarem as suas próprias conclusões.

      P.S. Não esquecer o historial que ele tem, com todas as suspensões temporárias anteriores, e que não lhe dão qualquer margem de manobra para as suas insinuações ou jogos gramaticais. Para jogos gramaticais já nos chegam os nossos operadores a tentarem explicar-nos os tarifários ilimitados mas com limites.

      Eliminar
    3. Vítor, e onde anda esse rigor quando rotulas sistematicamente os Ateus no teu "blog", ainda por cima com fraca argumentação ao estilo dos pastores evangélicos brasileiros... é natural que venhas aqui comentar, usas a mesma lógica que o Milo. Faz lá uma auto-análise, mas agora em sério. Não tenhas medo de libertar os pensamentos para o nu da realidade, força!

      Eliminar
    4. Que fique bem claro a minha posição: O Milo é um idiota na forma como se expressa (o que é uma pena porque até diz «algumas» coisas interessantes).
      Mas vamos ser todos crescidinhos e honestos e reconhecer que a actriz visada não é flor que se cheire e só se manteve por cima porque soube usar o trunfo do vítimismo a seu favor.

      Dois trolls que o Twitter podia muito bem banir se querem a minha opinião, respirava-se seguramente um ar mais limpo por aqueles lados.

      Eliminar
  4. Milo Yiannopoulos não fez qualquer comentário de teor racista, ao contrário do que é afirmado neste post. Um blogue desta qualidade tem obrigação de fazer muito melhor.

    ResponderEliminar
  5. Alguém resolveu não ir ler a história toda Antes de vir para os comments deste post mandar sound bites... Just saying. E diga—se, em abono da verdade, que o Carlos não diz que foi ou não bem feito. Para quem souber ler levanta a questão da definição da largura da minha cinzenta... Just saying.. que me dei ao trabalho de perceber o background desta história..

    ResponderEliminar
  6. o homem defende-se, basta ver https://youtu.be/7ZiQ8nLScpM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas considerando que o outro lado da questão está a um clique de distância, também convirá espreitá-lo.

      Eliminar
  7. "Twitter é um espaço para terroristas muçulmanos e extremistas dos direitos raciais dos negros"
    É verdade. Tal como o facebook e toda aquela cúpula mainstream de rede sociais. Não falta propaganda ao estado islâmico que só é apagada quando é denunciada e não proactivamente, como é feita em relação ás criticas que são feitas á agenda de humanismo bacoco no ocidente.
    De resto, quando houveram os ataques em orlando, foi o único gay a chamar os outros á realidade, tipo: "Idiotas acordem os muçulmanos não são vossos amigos, nem nunca foram" e que as esquerdas e socialismo no ocidente estão polarizadas por radicais de esquerda que levam tudo atrás, porque os maus da fita são os trumps e afins.
    Dar o rotulo de racista, idiota, tacanho e afins é fácil quando não se conseguem debater as criticas. Os radicais de esquerda fazem isso desde sempre e alguns afroamericanos juntam a raça a isso, os muçulmanos aprenderam bem as lições e repetem-nas e os gays são os carneiros da historia, que em situações como a de orlando, não sabem o que fazer e pedem "tolerância" . Tolerância a quem, ao Milo? Aos ocidentais?
    Quando tens a "race card", em certos países no ocidente podes safar-te com quase tudo.
    Só se fores branco é tens que estar caladinho. Vai ver as ultimas leis anti-ódio em vigor no norte da Europa e vez que atrás delas vem uma quantidade de estupidez inacreditável e perigosa.
    e já falei demais :/

    ResponderEliminar

[pub]