2016/08/17

Project Alloy da Intel são óculos VR que não precisam de computador ou smartphone


A Intel não quer voltar a ser apanhada desprevenida como aconteceu nos smartphones, e por isso aposta já em força nos óculos VR com o seu Project Alloy.

Enquanto a maioria dos sistemas actuais depende da utilização de um smartphone, ou de óculos que estejam agarrados a um PC, o Project Alloy apresenta-nos uns óculos VR completamente integrados que funcionam sem necessitarem de qualquer equipamento adicional - e isto inclui não só a parte do VR como também a parte da detecção de gestos 3D sem necessidade de usar controladores especiais, bastando usar as mãos.

Sabendo que a parte do hardware é apenas metade da equação, para a parte do software a Intel dá uso ao bom relacionamento que tem com a Microsoft para que estes óculos Alloy possam correr o interface holográfico que o Windows 10 ganhará no próximo ano, e que tentará mantê-lo relevante nesta potencial era do VR.

É tudo muito bonito... mas nesta fase, a grande incógnita é saber se tudo isto poderá competir (ou não) com o misterioso Magic Leap.


4 comentários:

  1. Era o que eu dizia no post dos, como é mesmo o nome?, ah sim, Rift...

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Mais interessante ainda: http://goo.gl/lnxaeZ <- A intel vai fazer processadores ARM... reconhecendo que não tem processadores para dispositivos móveis competitivos...

    ResponderEliminar
  4. Não entendo muito bem é como eles irão usar a "interface holográfica" porque eu acho que o pior desse tipo de óculos são as lentes (e um exemplo extremo disso é o novo Rift). Mas se for possível usar o mesmo sistema da Realidade Aumentada seria muito melhor e muito mais realista!

    ResponderEliminar

[pub]