2016/10/28

Apple lança novo MacBook Pro com Touch Bar


Tal como já era esperado, a Apple actualizou os seus MacBook Pro, e a grande novidade é a substituição das teclas de função por uma Touch Bar - um mini ecrã OLED touchscreen (e com Touch ID) que dá acesso a funcionalidades específicas dependendo do que se estiver a fazer.

O novo MacBook Pro está disponível em versões de 13 e 15" que são mais compactos e leves que os anteriores (temos também um de 13" sem Touch Bar, que serve como modelo de entrada de gama) com 8GB de base nos mais pequenos e 16GB nos de 15", e com SSD de 256GB (mas com opções até 2TB). Nas portas a Apple corta com o passado e adopta apenas 4 portas Thunderbolt 3, sendo que qualquer uma delas pode ser utilizada para carregar o portátil, ou para o ligarmos a dispositivos USB Type-C, HDMI, ou DisplayPort... mas obrigando a utilizar adaptadores. Curiosamente, a ficha tradicional dos headphones continua presente! :)

É possível ligar o MacBook Pro de 15" a 4 monitores 4K simultaneamente ou 2 monitores 5K, sempre a 60Hz (a Apple não anunciou novos monitores Cinema Display, pelo que está a recomendar a utilização de monitores 5K da LG.) No de 13" só poderemos ter 2 monitores 4K ou um 5K.

O teclado também foi revisto em resposta às críticas feitas ao mecanismo anterior; e o trackpad passa a ser muito maior e com Force Touch. Mas, o aspecto mais diferenciador será mesmo a nova Touch Bar.



O Touch Bar tem gerado alguma polémica por algumas pessoas que não imaginam a sua vida sem a tecla ESC e demais, mas é preciso não esquecer que continua a ser possível ter essas teclas lá acessíveis. A diferença é que agora essa área pode ser muito mais versátil, funcionando como um mini ecrã que se pode tocar e arrastar para diversas funções - embora seja discutível se não teria sido muito mais simples aplicar um ecrã touch ao MacBook Pro e ficava o assunto arrumado.

Pessoalmente, acho piada a este conceito do teclado programável, mas penso que teria sido melhor aplicar um touchscreen OLED em vez do trackpad e seria ainda melhor! :)




Temos só a "pequena" questão do preço, e quem quiser optar por um destes novos MacBook Pros terá que gastar, no mínimo, 2099 euros para o modelo de 13" e 2799 euros para o de 15". Sendo que se quiserem adicionar todas as melhorias possíveis...



... preparem-se para pagar mais de 5100 euros!

32 comentários:

  1. Um produto da Apple com um ecrã OLED?!?!?
    Mas eu não tinha lido por aqui há umas semanas atrás, num comentário de um perito em assuntos da marca de Cupertino, que «a Apple nunca vai pôr OLEDs.»
    Que sacrilégio usar tecnologias inferiores nos seus produtos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá estão os iHaters a fazerem a única coisa que sabem fazer bem...

      Eu disse que nunca vai por OLEDs nos iPhone.

      Já o Apple Watch usava OLED, eu tenho um, bem sei.

      Eliminar
    2. Desculpa Rui, parece que ando a ficar com memória selectiva como certos fanboys que andam por aí.

      Eliminar
  2. http://img-9gag-fun.9cache.com/photo/azrEbAK_700b_v1.jpg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual foi a parte de que o esc fica na touch bar que não percebeste?

      Eliminar
    2. Vamos lá a ter calminha, sim? Calminha e respeito. Não há motivo para ficar ofendido por uma imagem que nem lhe foi dirigida (quanto muito seria à marca que tão cegamente tantos defendem) e que, claramente, é uma piada.

      Eliminar
    3. João Paulo não vale a pena, as virgens ofendidas não percebem o conceito de humor

      Eliminar
  3. Felizmente lançaram uma versão sem o touch bar. O meu problema nem é tanto a utilidade da "coisa" mas sim o preço que cobram a mais por isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O preço está em linha com outros produtos no mercado.

      A versão com TouchBar, 4 portas TB 3.0, 8GB de RAM DDR4, i5 de 6a geração com 2.9Ghz, e 256 de disco custa tanto como a porcaria de um SurfaceBook com i5 inferior, 8GB de DDR3, e 128GB de disco.

      128! Se no macOS é curto, no Windows é impossível!

      Nos Estados Unidos consegues a versão de 512GB e i7.

      Eliminar
  4. Tenho estado a retardar a trocar a frota cá de casa por um MBP15@ e um MBA11", para ver o q a Apple lançaria estes dias.

    Confesso que não estou empolgado, os PCs aproveitaram mt bem os MB terem estado praticamente congelados nos ultimos 3 anos, e n é um ecrã OLED que parece que vá melhorar a balança. São optimos portáteis, mas já n se justifica o preços, ainda por cima temos de suportar as taras deles de nos tirar as portas USB.

    Para além disso, reconhecendo que n é universal, o MBA 11" é melhor portátil de sempre para quem n precisa de heavy processing e aposta na portabilidade (não, um iPad ou tablet, mesmo com teclado n é a mm coisa), e não só n o atualizaram, como parece ter chegado ao fim da sua vida!! :( :( O MB seria uma alternativa se n fosse tão caro como um MBP e fosse tão potente como um iPhone 4... vá 5! :D :P

    ResponderEliminar
  5. Preços obscenos, GPUs fraquinhos... Enfim, mais do mesmo e o pessoal vai a correr estourar milhares de euros quando conseguiam melhor e mais barato por PCs.

    ResponderEliminar
  6. Alguém me explica como isto vende?
    1. O upgrade de 8 para 16 Gb de ram custa 240€
    2. Os discos são soldados. Para sempre condenados com 256Gb
    3. Incompatibilidade com todo o resto do mundo e ter que andar com acessórios ridiculos para ligar simples pen
    4. Apenas uma miserável área de touch quando os portateis hoje em dia todo o ecrã é touch
    5. Remover a melhor invenção de sempre: o magsafe
    6. Specs de hardware interno nada de especial
    7. Preço obsceno

    Quem é que no seu perfeito juizo é capaz de pagar e pagar 2x o valor por isto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O kincas e o Rui pelos vistos. xD

      Eliminar
    2. Já estão esgotados e tudo, vejam bem.....

      Eliminar
    3. 1. DDR4
      2. Como é que sabes?
      3. FALSO, informa-te antes de dizeres barbaridades
      4. Miserável? Miserável é a do Surface e de qualquer outro portátil!
      5. Porque USB-C permite carregar, e não é proprietário
      6. Pois não, é Intel.
      7. Não é para ti.

      Eliminar
  7. já percebo porque começaram a chamar por ti

    1. 2x8GB DDR4 são $100
    2. Tens razão. Não sei. Provavelmente são. Fica em espera esta.
    3. hum? Posso ligar... a minha impressora? O meu telemóvel? O projector do trabalho sem acessórios?
    4. Como assim? um tem uma área enorme (todo o ecrã), o outro é uma barra que "comeu" a linha dos Fs. Em área é menor, em utilidade não sei, mas vai requerer que olhe para a barra sempre que a use.

    O que aconetece se tiver a trabalhar num projecto, vou a clicar no touchpad e nesse segundo aparece para atender uma chamada. Atendo acidentalemente? NUNCA devia precisa de olhar para usar o teclado.

    5. O usb-c para carregar é mais ou menos fixe e mais compativel, mas o magsafe era dos melhores salva vidas já inventado.

    6. não é intel 7a geração. Um deles tem intel 4ª geração! (lol)

    7. ok, sim, relativamente obsceno dependendo do ponto de vista. Analiticamente temos:

    Comparação com HP Spectre 13.3 2-em-1 que custa ~$1000:
    Intel Core i7-7500U Kaby Lake Dual-Core Processor ((2.7 GHz, up to 3.5 GHz, 4 MB cache, 2 cores)
    8GB Memory
    256GB SSD
    Intel HD Graphics 620
    13.3" 1920 x 1080 FHD Touchscreen LED IPS Display
    WiFi + Bluetooth
    Backlit Keyboard
    Win 10 Home

    Duplicar a ram para 16GB: $40
    Duplicar o ssd para 512: $100

    Agora o mac:
    Base: $1799
    Fazer upgrade do cpu de um i5 para um i7 $100
    8Gb para 16Gb de ram: $200

    preço: $2000 e mesmo assim com metade do armazenamento do HP

    o hp fica-te por $1100 e mesmo assim inferior ao $2000 MBP

    Mas fica ainda pior:

    o Spectre tem 0.54" e o mac tem 0.59", pesa 2.85lbs vs os 3.02lbs do Mac. Tambem tem uma bateria maior 57.8 Wh vs 49.2 do MBP.

    É seres bem violado em $1000 por um equipamento inferior em specs e o dobro do preço, que podes comprar com a diferença:
    LCD 4k de 50 ou 60" polegadas ou construir todo um computador nov o com um i7-7700k + 16GB DDR4 3200mhz! Incrivel!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. 1. Mas quem é que te disse que são dois módulos de 8? Há uma grande diferença entra dois de 8 e um de 16, por exemplo, e muitas qualidades e preços de memória.

      2.

      3. Podes, se tiveres uma impressora, telemovel e projectores USB-C. Eu tenho uma impressora USB-B (como a maioria), um telemovel com porta lightning e um projetor ainda VGA, vais dizer que não preciso na mesma de adaptadores para um Dell XPS ou SurfaceBook? Hipocrisia, muita hipocrisia.

      Explica lá como é que ligas aparelhos USB 3.1 ao teu portátil USB-A. Pois...

      4. Que ginástica mental para inventares "problemas" onde não existem.

      Ridículo! Por uma razão a barra está perto do ecra, não sabes a qualidade de engenharia da Apple, já disseram que o ecrã da barra foi feito para ser visualizado de lado, e é claro que vai ter de haver um delay para que isso não aconteça.

      5. Que argumento mais ridículo de todos os tempos! O USB-C é o único standard de carregamento capaz de suportar portáteis. Ponto final, é a coisa mais ridícula estares a defender o contrário. Muito amigo das marcas que querem continuar a vender os seus carregadores, eu posso simplesmente ligar um monitor ao MacBook e não só ficar com a imagem, como o por a carregar e ligar outros dispositivos como ethernet e um disco externo. Podes fazer isso no teu portartil obsoleto com um só cabo?

      6. Vai mentir para o outro lado, não há Intel de 7a geração para portáteis, ponto final.

      7. Palhaçada de comparação, um "portátil" com CPUs Mais baratos de desktop, ecra 1080, aposto que o SSD é a mesma coisa, enfim...

      Basicamente estás a comparar um Audi TT com um Porsche 911. Para quem não percebe nada de carros, são parecidos...

      Ridículo!

      Eliminar
  8. A RAM é LPDDR3 e não 4. O que dada a menor latência da 3 nem é de todo uma má opção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes então dizer onde é que a Apple diz isso?

      Eliminar
    2. tech specs da página do macbook pro.

      Eliminar
    3. Tens razão que é LPDDR3, mas não diz nas specs.

      Eliminar
    4. http://www.apple.com/pt/macbook-pro/specs/

      Memória: 8 GB de memória LPDDR3 a 2133 MHz
      Configurável para 16 GB de memória

      Se isto é não dizer...

      Eliminar
  9. Vamos lá ver uma coisa. Quando compramos um Mac, não estamos apenas a comprar Specs, estamos a comprar software (na realidade não, pois a Apple diz que o software não é do proprietário do computador). E a verdade seja dita, o OSX é provavelmente o melhor sistema que usei. Que me lembre crashou-me 3 vezes em 3 anos, duas delas, porque andei a mudar configurações no Wine para correr o AoEII HD, e deixei de ter imagem quando abri o jogo.
    De resto, mesmo nada a apontar ao Mac, excepto um "crack" quando mexo no ecrã para abrir e fechar - tenho de o abrir para ver o que se passa.

    O preço é que não faz qualquer sentido, quando temos equipamentos melhores, melhor construídos e mais reparáveis para o comum dos mortais. Por um preço semelhante ou ligeiramente inferior, temos possibilidade de fazer upgrade a RAM, disco, 3 anos de garantia e proteção contra derrame de líquidos (nos Thinkpad ou Latitude).

    Eu estou contente com o meu MB Air Mid2013. Se fosse hoje compraria um Mac? Não iria certamente para um Air pois a nível de qualidade de construção não são o Pro, e a estes preços, iria possivelmente para um Thinkpad ou um Latitude.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então que equipamentos é que são esses?

      Eliminar
    2. Razer Blade Pro.
      Ou qualquer portátil de gaming que se preze (e tens algun finos e com design discreto).

      Eliminar
    3. Rosmano, a maior parte dos portáteis para gaming, são um produto completamente diferente, e nada comparável. Depois, por norma, a qualidade de construção de um portátil para brincar nada tem a ver com o que estamos aqui a discutir.

      Rui, Lenovo Thinkpad Serie T ou Dell Latitude 14 (por exemplo).

      Eliminar
    4. Rui B. Vai ver o que é o Razer Blade Pro se faz favor.

      Eliminar
  10. Tanta gente a comentar que não vai comprar... será que nos outros produtos aqui apresentados, também toda a gente tem de dizer que não vai comprar e o porquê?

    Falam falam, mas quem for a uma loja qualquer, especialmente as grandes superfícies e contar os portáteis que lá estão acima de 1000€, vê-se logo o que é que se vende e o que é que não... tem um ou outro PC tipo Dell XPS ou HP spectre, porque a marca obriga para fazer de "halo product" para vender os mais baixos (tipo os BMW M3/M4 que não vendem nada de especial a não ser para vender os 320d e 430d, o efeito "halo"). Só o facto da MS (só exemplo) não distribuir o SurfaceBook em Portugal (e ser praticamente impossível de encontrar em stock os SP mais caros) fala milhões do sucesso dos MB e MBP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E uma pessoa não pode estar a discutir calmamente com quem também gosta de tecnologia. Ficas defensivo demais rapaz. Tem lá calma.
      E olha se queres algo melhor e do género do MBP vai para o Razer Blade Pro.

      Eliminar

[pub]